Conecte-se conosco

Cargos e salários

Médico Cirurgião – O que faz, Salário, Formação, CBO

Médicos em especialidades cirúrgicas salário e atribuições CBO 2252

Veja o que faz, quanto ganha um Médico Cirurgião, onde estão as melhores vagas de emprego para Médico cirurgião, informações completas do Ministério do Trabalho e Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp com a participação de empresas e profissionais do setor de medicina cirúrgica e Recursos Humanos.

A seguir, as informações sobre Médico Cirurgião:

  • Quanto ganha;
  • Jornada de trabalho;
  • Piso salarial;
  • Salário médio;
  • Maior salário;
  • Salário hora;
  • Código da Profissão;
  • Atribuições / descrição do cargo;
  • Formação e experiência;
  • Condições gerais para exercício do cargo;
  • Descrição das atividades;
  • Recursos para exercício do cargo;
  • Cargos relacionados;
  • Participaram da pesquisa;
  • Instituições.

Quanto ganha um Médico Cirurgião

  • Jornada de trabalho: 28h
  • Piso salarial: R$4.230,96
  • Salário médio: R$5.959,11
  • Maior salário: R$9.005,58
  • Salário hora: R$42,18
  • Código da Profissão: CBO 225225

Atribuições do cargo de Médico Cirurgião

Realizam intervenções cirúrgicas de acordo com a necessidade de cada paciente, implantam órteses e próteses, transplantam órgãos e tecidos; realizam consultas e atendimentos médicos para tratamento de pacientes; implementam ações de prevenção de doenças e promoção da saúde tanto individuais quanto coletivas; elaboram documentos médicos, administram serviços em saúde e difundem conhecimentos da área médica.

FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIA

As ocupações são exercidas por profissionais de nível superior, credenciados pelo CFM Conselho Federal de Medicina. O exercício da função se dá após o período de um a dois anos de experiência profissional mais curso de especialização ou residência médica na área de atuação.

CONDIÇÕES GERAIS PARA O EXERCÍCIO DO CARGO

Os profissionais dessa família ocupacional desenvolvem suas atividades nos setores de saúde, serviços sociais, ensino, pesquisa e desenvolvimento. Atuam como autônomos sem supervisão permanente, podem trabalhar individualmente ou em equipe, desenvolvem as atividades em locais fechados e em horários irregulares. Em algumas situações, trabalham em posições desconfortáveis por longos períodos e, devido á natureza e responsabilidade do próprio trabalho ficam sujeitos á situação de estresse. Em algumas das ocupações os profissionais podem estar sujeitos a ação de materiais tóxicos, químicos, radioativos e biológicos.

Código internacional CIUO88
2221 – Médicos

Nota
Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958 aprova o regulamento do Conselho Federal e Conselhos Regionais de Medicina a que se refere a Lei nº 3.268/57. Lei nº 6.932, de 07 de julho de 1981 – Dispõe sobre as atividades do médico residente e dá outras providências.

Leia:  Assistentes sociais salário e atribuições CBO 2516

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

PRATICAR INTERVENÇÕES CIRÚRGICAS

1 – Avaliar opções terapêuticas;
2 – Avaliar riscos da cirurgia;
3 – Definir técnica cirúrgica;
4 – Definir equipe cirúrgica;
5 – Selecionar equipamentos e instrumentos;
6 – Selecionar órteses, próteses e materiais especiais;
7 – Checar equipamentos e instrumentos;
8 – Operar equipamentos e instrumentos;
9 – Tratar intercorrências;
10 – Retirar órgãos e tecidos;
11 – Implantar próteses e órteses;
12 – Executar transplantes de órgãos e tecidos;
13 – Preservar órgãos e tecidos;
14 – Encaminhar órgãos e tecidos;

REALIZAR CONSULTA E ATENDIMENTO MÉDICO

1 – Realizar anamnese;
2 – Realizar exame físico;
3 – Levantar hipóteses diagnósticas;
4 – Realizar propedêutica instrumental;
5 – Solicitar exames complementares;
6 – Solicitar inter consultas;
7 – Realizar exames complementares;
8 – Atender inter consultas;
9 – Interpretar dados de exames clínicos e de exames complementares;
10 – Diagnosticar estado de saúde de pacientes;
11 – Encaminhar pacientes a outros profissionais;
12 – Realizar diagnóstico de saúde da comunidade;
13 – Discutir diagnóstico, prognóstico e tratamento com pacientes, responsáveis e familiares;
14 – Realizar visitas hospitalares;
15 – Realizar atendimentos de urgência e emergência;
16 – Realizar visitas domiciliares;

TRATAR PACIENTE (COMO SER BIOPSICOSSOCIAL)

1 – Planejar tratamento de paciente;
2 – Indicar tratamento;
3 – Receitar medicamentos;
4 – Prescrever tratamento;
5 – Praticar intervenções clínicas;
6 – Praticar procedimentos intervencionistas;
7 – Solicitar internação;
8 – Estabelecer prognóstico;
9 – Executar tratamentos com agentes químicos;
10 – Executar tratamentos com agentes físicos;
11 – Executar tratamentos com agentes biológicos;
12 – Executar terapêutica genética;
13 – Assistir ao parto;
14 – Acompanhar plano terapêutico do paciente;
15 – Acompanhar evolução médica do paciente;

IMPLEMENTAR AÇÕES PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE

1 – Estabelecer plano de ações em saúde;
2 – Prescrever medidas higiênico-dietéticas;
3 – Prescrever imunização;
4 – Ministrar tratamentos preventivos;
5 – Rastrear doenças prevalentes;
6 – Implementar medidas de biossegurança;
7 – Coordenar programas de saúde;
8 – Promover campanhas de saúde;
9 – Promover atividades educativas;
10 – Divulgar informações em mídia;

Leia:  Professor de língua portuguesa supletivo fundamental - O que faz, Salário, Formação, CBO

ELABORAR DOCUMENTOS MÉDICOS

1 – Elaborar prontuários;
2 – Emitir receitas;
3 – Emitir atestados;
4 – Elaborar protocolos de condutas médicas;
5 – Emitir laudos;
6 – Elaborar relatórios;
7 – Emitir pareceres;
8 – Elaborar documentos de imagem;
9 – Emitir declarações;
10 – Elaborar procedimentos operacionais padrão;
11 – Preencher formulários de notificação compulsória;
12 – Elaborar material informativo e normativo;
13 – Efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas;

ADMINISTRAR SERVIÇOS DE SAÚDE

1 – Selecionar equipe de trabalho;
2 – Distribuir tarefas;
3 – Gerenciar recursos financeiros;
4 – Especificar insumos;
5 – Montar escala de serviços;
6 – Supervisionar equipe;
7 – Auxiliar normatização de atividades médicas;
8 – Administrar situações de urgência e emergência;
9 – Selecionar pacientes em situações específicas;
10 – Constituir comissões médico-hospitalares;
11 – Participar de diretorias de associações, entidades de classe e conselhos de saúde;
12 – Despachar expediente;

DIFUNDIR CONHECIMENTOS MÉDICOS

1 – Preparar material didático;
2 – Ministrar aulas;
3 – Demonstrar ações médicas;
4 – Descrever ações médicas;
5 – Supervisionar atos médicos;
6 – Avaliar atos médicos;
7 – Avaliar conhecimentos de especialistas;
8 – Fiscalizar treinamento médico;
9 – Elaborar projetos de pesquisa;
10 – Desenvolver pesquisas em medicina;
11 – Desenvolver procedimentos;
12 – Desenvolver equipamentos;
13 – Redigir trabalhos científicos;
14 – Organizar encontros científicos;
15 – Organizar cursos de educação continuada;
16 – Participar de encontros, congressos e demais eventos científicos;
17 – Prestar consultorias e assessorias;

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

1 – Demonstrar capacidade de atenção seletiva;
2 – Demonstrar rapidez de percepção;
3 – Demonstrar tolerância;
4 – Demonstrar altruísmo;
5 – Demonstrar capacidade de lidar com situações adversas;
6 – Demonstrar capacidade de trabalhar em equipe;
7 – Demonstrar empatia;
8 – Demonstrar capacidade de interpretar linguagem verbal e não-verbal;
9 – Demonstrar capacidade de liderança;
10 – Demonstrar capacidade de decisão;
11 – Demonstrar imparcialidade de julgamento;
12 – Demonstrar capacidade de adequar linguagem;
13 – Demonstrar capacidade de preservar sigilo médico;
14 – Demonstrar capacidade de saber ouvir;
15 – Demonstrar capacidade de efetuar atendimento humanizado;
16 – Demonstrar capacidade de administrar o tempo;

Leia:  Oficiais das forças armadas salário e atribuições CBO 0102

RECURSOS PARA EXERCÍCIO DO CARGOl

  1. Softwares Médicos;
  2. Fibras Óticas Rígidas E Flexíveis;
  3. Material Para Endoscopia;
  4. Equipamentos Para Vídeo Cirurgia;
  5. Eletrotermocalteres;
  6. Instrumental De Coagulação;
  7. Equipamentos De Diagnósticos Radiológicos;
  8. Equipamentos De Diagnósticos De Imagem;
  9. Material De Sutura;
  10. Epi;
  11. Sondas E Catéteres;
  12. Órteses E Próteses;
  13. Cama Cirúrgica;
  14. Instrumental Cirúrgico;
  15. Materiais Para Entubação Orotraquial;
  16. Oftalmoscópio;
  17. Eletrocardiógrafo;

CARGOS RELACIONADOS

  1. Médico em cirurgia vascular – Cirurgião vascular;
  2. Médico cirurgião cardiovascular – Cirurgião cardiovascular;
  3. Médico cirurgião de cabeça e pescoço – Cirurgião de cabeça e pescoço;
  4. Médico cirurgião do aparelho digestivo – Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião gastroenterológico;
  5. Médico cirurgião geral – Cirurgião, Cirurgião geral, Médico cirurgião;
  6. Médico cirurgião pediátrico – Cirurgião pediátrico;
  7. Médico cirurgião plástico – Cirurgião plástico;
  8. Médico cirurgião torácico – Cirurgião torácico;
  9. Médico ginecologista e obstetra – Cirurgião ginecológico, Ginecologista, Médico de mulheres, Médico ginecologista, Médico obstetra, Obstetra, Tocoginecologista;
  10. Médico mastologista – Cirurgião de mama, Cirurgião mastologista, Mastologista;
  11. Médico neurocirurgião – Médico neurocirurgião pediátrico, Neurocirurgião, Neurocirurgião pediátrico;
  12. Médico oftalmologista – Cirurgião oftalmológico, Oculista, Oftalmologista;
  13. Médico ortopedista e traumatologista – Cirurgião ortopedista, Cirurgião traumatologista, Médico ortopedista, Médico traumatologista, Ortopedista, Traumatologista;
  14. Médico otorrinolaringologista – Cirurgião otorrinolaringologista, Foniatra, Médico foniatra, Otorrino, Otorrinolaringologista;
  15. Médico coloproctologista – Cirurgião proctologista, Coloproctologista, Médico proctologista, Proctologista;
  16. Médico urologista – Andrologista, Cirurgião urologista, Cirurgião urológico, Urologista;
  17. Médico cancerologistai cirúrgico – Médico oncologista cirúrgico, Oncologista cirúrgico;
  18. Médico cirurgião da mão – Cirurgião da mão;

PARTICIPARAM DA PESQUISA

  • Alexandre Vicente De Andrade;
  • Elias Jirjoss Ilias;
  • Luiz Alcides Manreza;
  • Mara Edwirges Rocha Gândara;
  • Perboyre Lacerda Sampaio;
  • Riberto Luiz Siqueira Liguori;

INSTITUIÇÕES

  • Clinica Faciall
  • Colégio Brasileiro De Cirurgiões Capítulo São Paulo
  • Mmc Saúde Ocupacional
  • Sbccv
  • Sogesp
  • Urológica

Instituição Conveniada Responsável

Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp

Fonte: Ministério do Trabalho

Glossário
Anamnese: indagação de informações sobre a história de vida do paciente e de seu estado de saúde geral e específico. Doenças prevalentes: medir pressão arterial, para rastrear problemas de hipertensão, pesquisar diabetes e hipercolesterolemia pedindo exames periódicos. Propedêutica instrumental: é o uso de instrumentos, como; estetoscópio, esfignomanômetro, termômetro, abaixador de lingua, balança, lanterna, otoscópio, rinoscópio, anuscópio, ceratrometia, etc.

Emprega Brasil, seu canal oficial de informações e oportunidades mercado de Trabalho!

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tendências