Conecte-se conosco

Cargos e salários

Médico de diagnóstico e terapia – O que faz, Salário, Formação, CBO

Veja o que faz, quanto ganha um Médico de diagnóstico e terapia, onde estão as melhores vagas de emprego para Médicos de diagnóstico terapia, informações completas do Ministério do Trabalho e Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp com a participação de empresas e profissionais do setor de medicina diagnóstica e Recursos Humanos.

SEJA NOSSO REVENDEDOR E GANHE ATÉ R$ 27 mil MÊS
Chegou ao Brasil o Roteador inteligente que paga entre R$ 0,18 a 2,00 por cada pessoa que acessar sua internet wi-fi (alcance 50 mts), excelente para empresas, condomínios, residências e locais de grande fluxo. Um estabelecimento que recebe em média mil pessoas por dia pode ganhar até R$ 60 Mil mensais só compartilhando a internet. Trabalho a partir de Casa : FAÇA SEU CADASTRO NA WIBOX

A seguir, as informações sobre Médico de diagnóstico e terapia:

  • Quanto ganha;
  • Jornada de trabalho;
  • Piso salarial;
  • Salário médio;
  • Maior salário;
  • Salário hora;
  • Código da Profissão;
  • Atribuições / descrição do cargo;
  • Formação e experiência;
  • Condições gerais para exercício do cargo;
  • Descrição das atividades;
  • Recursos para exercício do cargo;
  • Cargos relacionados;
  • Participaram da pesquisa;
  • Instituições.

Quanto ganha um Médico de diagnóstico e terapia

  • Jornada de trabalho: 33h
  • Piso salarial: R$6.837,88
  • Salário médio: R$9.630,11
  • Maior salário: R$14.553,31
  • Salário hora: R$58,17
  • Código da Profissão: CBO 2253

Atribuições do cargo de Médico de diagnóstico e terapia

Realizam procedimentos de diagnóstico e terapêutica; realizam consulta e atendimento médico; tratam pacientes como ser biopsicosocial; implementam ações para promoção da saúde; coordenam serviços de saúde; elaboram documentos médicos e difundem conhecimentos médicos.

Formação e experiência para o Médico de diagnóstico e terapia

As ocupações são exercidas por profissionais de nível superior, credenciados pelo CFM Conselho Federal de Medicina. O exercício da função se dá após o período de um a dois anos de experiência profissional mais curso de especialização ou residência médica na área de atuação.

CONDIÇÕES GERAIS PARA O EXERCÍCIO DO CARGO

Os profissionais dessa família ocupacional desenvolvem suas atividades nos setores de saúde, serviços sociais, ensino, pesquisa e desenvolvimento. Atuam como autônomos sem supervisão permanente, podem trabalhar individualmente ou em equipe, desenvolvem as atividades em locais fechados e em horários irregulares. Em algumas situações, trabalham em posições desconfortáveis por longos períodos e, devido à natureza e responsabilidade do próprio trabalho ficam sujeitos à situação de estresse. Em algumas das ocupações os profissionais podem estar sujeitos à ação de materiais tóxicos, químicos, radioativos e biológicos.

Código internacional CIUO88
2221 – Médicos

Nota
Decreto nº 44.045, de 19 de julho de 1958 aprova o regulamento do Conselho Federal e Conselhos Regionais de Medicina a que se refere a Lei nº 3.268/57. Lei nº 6.932, de 07 de julho de 1981 – Dispõe sobre as atividades do médico residente e dá outras providências.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

REALIZAR PROCEDIMENTOS MÉDICOS DE DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA

1 – Realizar exames diagnósticos;
2 – Selecionar equipamentos e instrumental;
3 – Interpretar dados de anamnese, exame clínico e exames complementares;
4 – Determinar o grau da doença (estadiar a doença);
5 – Discutir diagnóstico, prognóstico e tratamento com pacientes, responsáveis, familiares e outros profissionais;
6 – Sugerir exames complementares;
7 – Estabelecer dosagem de agentes químicos, físicos e biológicos;
8 – Executar tratamentos com agentes químicos;
9 – Executar tratamentos com agentes físicos;
10 – Executar tratamentos com agentes biológicos;
11 – Retirar células e fragmentos de tecidos;
12 – Cultivar células e tecidos;
13 – Inserir órteses e implantes;
14 – Realizar necropsias;
15 – Manusear equipamentos e acessórios;

Leia  Auxiliar de cartório salário e atribuições CBO 4110-25

REALIZAR CONSULTA E ATENDIMENTO MÉDICO

1 – Realizar anamnese;
2 – Realizar exame físico;
3 – Levantar hipóteses diagnósticas;
4 – Realizar propedêutica instrumental;
5 – Solicitar exames complementares;
6 – Solicitar inter consultas;
7 – Diagnosticar estado de saúde de pacientes;
8 – Encaminhar paciente a outros profissionais;
9 – Realizar visitas hospitalares;
10 – Realizar atendimentos de urgência e emergência;
11 – Realizar visitas domiciliares;

TRATAR PACIENTES (COMO SER BIOPSICOSOCIAL

1 – Planejar tratamento de pacientes;
2 – Indicar tratamento;
3 – Receitar medicamentos;
4 – Prescrever tratamento;
5 – Praticar procedimentos clínicos;
6 – Praticar procedimentos cirúrgicos;
7 – Praticar procedimentos intervencionistas;
8 – Indicar necessidade de internação;
9 – Estabelecer prognóstico;
10 – Acompanhar plano terapêutico do paciente;
11 – Acompanhar evolução médica do paciente;

ELABORAR DOCUMENTOS MÉDICOS

1 – Elaborar prontuários;
2 – Emitir receitas;
3 – Emitir atestados;
4 – Elaborar protocolos de condutas médicas;
5 – Emitir laudos;
6 – Elaborar relatórios;
7 – Emitir pareceres;
8 – Documentar imagens e registros gráficos;
9 – Emitir declarações;
10 – Elaborar procedimentos operacionais padrão;
11 – Preencher formulários de notificação compulsória;
12 – Elaborar material informativo e normativo;

IMPLEMENTAR AÇÕES PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE

1 – Estabelecer plano de ações em saúde;
2 – Prescrever medidas higiênico-dietéticas;
3 – Prescrever imunização;
4 – Ministrar tratamentos preventivos;
5 – Rastrear doenças prevalentes;
6 – Implementar medidas de segurança e proteção do trabalhador e da população;
7 – Implementar medidas de saúde ambiental;
8 – Participar de campanhas de saúde;
9 – Participar de atividades educativas;
10 – Participar de ações de controle de vetores e zoonoses;
11 – Divulgar informações em mídia;
12 – Realizar diagnóstico de saúde da comunidade;
13 – Efetuar vistorias, perícias, auditorias e sindicâncias médicas;

COORDENAR SERVIÇOS DE SAÚDE

1 – Selecionar equipe de trabalho;
2 – Distribuir tarefas;
3 – Gerenciar recursos financeiros;
4 – Especificar insumos;
5 – Montar escala de serviços;
6 – Supervisionar equipe;
7 – Auxiliar normatização de atividades médicas;
8 – Administrar situações de urgência e emergência;
9 – Selecionar pacientes em situações específicas;
10 – Constituir comissões médico-hospitalares;
11 – Participar de diretorias de associações, entidades de classe e conselhos de saúde;
12 – Despachar expediente;
13 – Capacitar equipe de trabalho;

Leia  Tabela Salarial, Piso Salarial, Salário Mínimo - Parte 15

DIFUNDIR CONHECIMENTOS MÉDICOS

1 – Preparar material didático;
2 – Ministrar aulas;
3 – Demonstrar ações médicas;
4 – Descrever ações médicas;
5 – Supervisionar atos médicos;
6 – Avaliar atos médicos;
7 – Preparar projetos de pesquisa;
8 – Desenvolver pesquisas em medicina;
9 – Desenvolver procedimentos;
10 – Desenvolver equipamentos;
11 – Produzir trabalhos científicos;
12 – Organizar encontros científicos;
13 – Organizar cursos de educação continuada;
14 – Participar de encontros, congressos e demais eventos científicos;
15 – Prestar consultorias e assessorias;

TRABALHAR COM BIOSSEGURANÇA

1 – Implementar medidas de biossegurança;
2 – Supervisionar transporte de resíduos de saúde;
3 – Supervisionar manuseio de resíduos de saúde;
4 – Supervisionar armazenamento de resíduos de saúde;
5 – Supervisionar descarte de resíduos de saúde;
6 – Supervisionar aquisição de substâncias radioativas fonte selada e não selada;
7 – Supervisionar armazenamento de substâncias radioativas fonte selada e não selada;
8 – Supervisionar manuseio de substâncias radioativas fonte selada e não selada;

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

1 – Demonstrar capacidade de atenção seletiva;
2 – Demonstrar rapidez de percepção;
3 – Demonstrar tolerância;
4 – Demonstrar altruísmo;
5 – Demonstrar capacidade de lidar com situações adversas;
6 – Demonstrar capacidade de trabalhar em equipe;
7 – Demonstrar empatia;
8 – Demonstrar capacidade de interpretar linguagem verbal e não-verbal;
9 – Demonstrar capacidade de liderança;
10 – Demonstrar capacidade de tomar decisões;
11 – Demonstrar imparcialidade de julgamento;
12 – Demonstrar capacidade de adaptar linguagem;
13 – Demonstrar capacidade de preservar sigilo médico;
14 – Demonstrar capacidade de saber ouvir;
15 – Demonstrar capacidade de efetuar atendimento humanizado;

RECURSOS PARA EXERCÍCIO DO CARGO

  1. Recursos De Informática;
  2. Aparelhos De Laser;
  3. Bvm (bolsa, Válvula E Máscara) Ventilação;
  4. Equipamentos Para Testes Laboratoriais;
  5. Câmara De Cintilação Ou Gama Câmara;
  6. Câmara De Cintilação Para Imagens Pet;
  7. Câmara Hiperbárica (monopacientes)
  8. Câmara Hiperbárica (multipacientes);
  9. Compressores De Ar Comprimido;
  10. Microscópios;
  11. Micrótomo;
  12. Raio X;
  13. Ultrassom;
  14. Ressonância Magnética;
  15. Tomografia Computadorizada;
  16. Equipamentos De Neurofisiologia;
  17. Doppler Transcraniano;
  18. Acelerador De Fotons C/ Ou S/ Eletrons;
  19. Unidade De Telecobaltoterapia;
  20. Unidades De Braquiterapia;
  21. Acessórios P/ Imrt, Radiocirurgia E Gating;
  22. Fibroendoscópios Rigid E Flexiv E Videoendoscópios;
  23. Tanque Oxigeniomedicinal;
  24. Desfibrilador Externo Automático;
  25. Drogas E Medicamentos;
  26. Eletrocardiógrafo;
  27. Equipamentos De Medicina Nuclear;
  28. Equipamentos De Megavoltagem;
  29. Equipamentos De Monitoração;
  30. Equipamentos De Radioterapia;
  31. Equipamentos Para Exames Eletrofisiológicos;
  32. Equipamentos Para Pulsões E Biópsias;
  33. Equipamentos Para Videocirurgia;
  34. Estetoscópio;
  35. Fita Métrica;
  36. Instrumental Cirúrgico;
  37. Larifoscópio;
  38. Material Para Entubação Orotraquial;
  39. Negatoscópio;
  40. Radioisótopos E Radiofármacos;
  41. Respiradores;
  42. Softwares Médicos;
  43. Termômetro;
  44. Órteses;

CARGOS RELACIONADOS

  1. Médico citopatologista – Citopatologista
  2. Médico em endoscopia – Endoscopista, Médico broncoesofagologista, Médico broncoscopista, Médico endoscopista
  3. Médico em medicina nuclear – Médico nuclear
  4. Médico em radiologia e diagnóstico por imagem – Imaginologista, Médico radiologista, Radiologista
  5. Médico patologista – Médico anatomopatologista, Patologista
  6. Médico radioterapeuta – Médico em radio-oncologia, Médico em radioterapia, Radio-oncologista, Radioterapeuta
  7. Médico patologista clínico / medicina laboratorial – Médico em medicina laboratorial, Médico laboratorista, Médico patologista clínico, Patologista clínico
  8. Médico hemoterapeuta – Hemoterapeuta, Médico em hemoterapia
  9. Médico hiperbarista – Médico em medicina hiperbárica, Médico hiperbaricista, Médico hiperbárico
  10. Médico neurofisiologista clínico – Médico neurofisiologista, Neurofisiologista clínico
Leia  Auxiliar de lavanderia salário e atribuições CBO 5163-45

PARTICIPARAM DA PESQUISA

  • Carlos Alberto Fernandes Ramos;
  • Carlos Alberto Franco Ballarati;
  • Célia Maria Pais Viégas;
  • Henrique Carrete Junior;
  • José Soares Junior;
  • Luciana Maria Martins Menegazzo;
  • Paulo André Teixeira Kimaid;
  • Vera Helena De Aguiar Freire De Mello;

INSTITUIÇÕES

  • Colégio Brasileiro De Radiologia (cbr);
  • Sociedade Brasileira De Biologia, Medicina Nuclear E Imagem Molecular (sbbmn);
  • Sociedade Brasileira De Endoscopia Digestiva (sobed);
  • Sociedade Brasileira De Medicina Hiperbárica (sbmh);
  • Sociedade Brasileira De Neurofisiologia Clínica (sbnc);
  • Sociedade Brasileira De Patologia Clínica / Medicina Laboratorial (sbpc/ml);
  • Sociedade Brasileira De Radioterapia (sbrt);
  • Virchow Laboratório Médico De Patologia Celular;

Instituição Conveniada Responsável

Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp

Fonte: Ministério do Trabalho

Glossário
Estadiar: determinar o grau da doença Fonte selada: uso em radioterapia Fonte não selada: é usada na medicina nuclear para fins diagnósticos e terapêuticos. É aquela substância que emite radiação ionizante, cuja forma física e condições normais de uso não permitem prevenir todas as formas de dispersão do material radiativo para o ambiente. RT: Responsabilidade Técnica Biossegurança: conjunto de procedimentos que visam a evitar ou controlar eventuais problemas provocados por pesquisas biológicas Resíduos de Saúde: rejeitos químicos, biológicos, perfuro-cortantes e comuns Pacientes com Necessidades Especiais – são aqueles que apresentam: • Deficiências físicas, mentais, visuais, auditivas ou múltiplas; • Alterações comportamentais (autistas, fóbicas, psiquiátricas, etc); • Alterações infecto-contagiosas (HIV, hepatite, tuberculose, etc); • Alterações sistêmicas (diabetes, cardiopatias, oncologia, hemofilia, etc); • Alterações temporárias (gravidez, acidentado, vitimas de violência infantil/doméstica; obesidade, etc) Medidas de Biossegurança: todos os procedimentos e barreiras físico-químicas utilizados a fim de eliminar ou reduzir os riscos de transmissão de doenças e/ou contaminações cruzadas (transferência de microorganismos por meio de matérias primas, instrumentos e/ou objetos contaminados) nos ambientes de atendimento à saúde. Endoscópios: podem ter tecnologia de fibra óptica ou vídeo e para seu funcionamento precisam estar conectados a fontes de luz e outros equipamentos (processadora de imagem, monitor, etc.) na dependência da tecnologia utilizada.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda Wibox

Posts Recentes

Ganhar dinheiro com Blog Ganhar dinheiro com Blog
Dinheiro6 meses ago

Como ganhar dinheiro com blog

Nos dias de hoje, ganhar dinheiro com blog, trabalhando unicamente no conforto de sua residência pode se tornar uma realidade....

Dinheiro Extra Dinheiro Extra
Dinheiro6 meses ago

Dinheiro Extra

Na hora de organizar as finanças, sabemos que qualquer adicional no final do mês já é capaz de fazer uma...

Dinheiro6 meses ago

Finanças Pessoais

Finanças pessoais para muitos, tornou-se sinônimo de pesadelo. A boa notícia é que não há nenhum segredo oculto para administrar essa...

Crédito Pessoal Crédito Pessoal
Dinheiro6 meses ago

Crédito Pessoal

O crédito pessoal nada mais é do que um empréstimo realizado para pessoas físicas. Diversas empresas e instituições bancárias oferecem...

Dinheiro6 meses ago

Empréstimo Pessoal Online

O surgimento de muitas empresas de crédito propiciaram vantagens ao trabalhador endividado. Uma delas é o empréstimo pessoal, que o...

Gerenciador Financeiro Gerenciador Financeiro
Dinheiro6 meses ago

Gerenciador Financeiro

Controlar com cuidado o próprio dinheiro é a melhor forma de saber onde os gastos estão indo, como melhorar e...

Dinheiro6 meses ago

Simulador de Financiamento

Simular um financiamento é a melhor forma de saber o quanto você terá que pagar em cada parcela, estabelecer a...

Empréstimo Pessoal Empréstimo Pessoal
Dinheiro6 meses ago

Empréstimo Pessoal

O empréstimo pessoal sempre é uma solução buscada em momentos de grande sufoco e apesar de ser uma alternativa muito...

Dinheiro6 meses ago

Como Juntar Dinheiro

Muitas vezes nossos sonhos demandam de certa quantia de dinheiro para serem realizados. No entanto, juntar esse valor parece ser...

O que fazer para Ganhar Dinheiro O que fazer para Ganhar Dinheiro
Dinheiro6 meses ago

O que fazer para Ganhar Dinheiro

Nem sempre a renda fixa do trabalho é o suficiente para alcançar objetivos financeiros. Por isso, muitas pessoas buscam uma...

Propaganda Wibox

Tendências