Conecte-se conosco

Cargos e salários

Professor de ciência biológica – O que faz, Salário, Formação, CBO

Veja o que faz, quanto ganha um Professor de ciência biológica, onde estão as melhores vagas de emprego para professores de ciências biológicas, informações completas do Ministério do Trabalho e Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp com a participação de empresas e profissionais do setor de biologia e Recursos Humanos.

A seguir, as informações sobre Professor de ciência biológica do ensino superior:

  • Quanto ganha;
  • Jornada de trabalho;
  • Piso salarial;
  • Salário médio;
  • Maior salário;
  • Salário hora;
  • Código da Profissão;
  • Atribuições / descrição do cargo;
  • Formação e experiência;
  • Condições gerais para exercício do cargo;
  • Descrição das atividades;
  • Recursos para exercício do cargo;
  • Cargos relacionados;
  • Participaram da pesquisa;
  • Instituições.

Quanto ganha um Professor de ciência biológica do ensino superior

  • Jornada de trabalho: 11h
  • Piso salarial: R$1.540,30
  • Salário médio: R$2.169,44
  • Maior salário: R$3.278,53
  • Salário hora: R$38,39
  • Código da Profissão: CBO 234405

Atribuições do cargo de Professor de ciência biológica do ensino superior

Ministram atividades didáticas; preparam aulas teóricas e práticas para disciplinas das ciências biológicas e da saúde, do ensino superior; planejam cursos; realizam atividades de extensão e divulgam produção acadêmica. Orientam e avaliam alunos; participam da administração universitária; avaliam disciplinas e cursos; comunicam-se oralmente e por escrito. Podem desenvolver pesquisas.

FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIA

Essas ocupações são exercidas por pessoas com formação superior, em geral complementada por especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Nas universidades públicas o acesso é por concurso.

CONDIÇÕES GERAIS PARA O EXERCÍCIO DO CARGO

Os profissionais dessa família ocupacional exercem suas funções em instituições cujas atividades relacionam-se ao ensino e à pesquisa e desenvolvimento. São empregados na condição de trabalhadores assalariados, com carteira assinada. Organizam-se em equipe de trabalho multidisciplinar; atuam com supervisão ocasional, em ambientes fechados e, geralmente, no período diurno. Em algumas ocupações os profissionais podem desenvolver suas atividades sob pressão, levando-as à situação de estresse; podem permanecer em posições desconfortáveis durante períodos de tempo e, ainda, podem estar expostos à ação de materiais tóxicos, radiação e ruído intenso.

Código internacional CIUO88
2310 – Profesores de universidades y otros establecimientos de la enseñanza superior

Nota
No mercado de trabalho é comum ocorrerem casos de profissionais que exercem, concomitantemente, funções de professor universitário e pesquisador. Para codificá-los, considerar as atividades principais.

Leia:  Coordenador Pedagógico - O que faz, Salário, Formação, CBO

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

MINISTRAR ATIVIDADES DIDÁTICAS

1 – Ministrar aulas práticas;
2 – Ministrar aulas expositivas;
3 – Ministrar atividades de campo;
4 – Coordenar seminários e grupos de discussão;
5 – Supervisionar estágios curriculares;
6 – Instruir alunos na formação de atitudes;
7 – Instruir alunos em técnicas especiais;
8 – Esclarecer dúvidas;

ORIENTAR ALUNOS

1 – Orientar alunos em procedimentos de metodologia científica;
2 – Orientar percurso acadêmico do aluno;
3 – Orientar execução de tarefas;
4 – Orientar elaboração de projetos e textos científicos;
5 – Ensinar métodos e técnicas de pesquisa;
6 – Orientar sobre utilização de fontes de pesquisa;
7 – Orientar sobre utilização de equipamentos e materiais;
8 – Orientar atividades de estágios, pesquisas e monitorias;
9 – Estimular desenvolvimento de competências e habilidades profissionais;
10 – Estimular realização de trabalhos em grupo;
11 – Estimular desenvolvimento de conduta ética;
12 – Estimular atitude crítica;
13 – Estimular auto-aprendizado;

PREPARAR AULAS TEÓRICAS E PRÁTICAS

1 – Elaborar cronograma de atividades;
2 – Selecionar conteúdo;
3 – Atualizar literatura;
4 – Selecionar metodologia de ensino;
5 – Preparar material didático;

AVALIAR ALUNOS, DISCIPLINAS E CURSOS

1 – Participar de bancas de seleção, qualificação e titulação;
2 – Definir critérios e calendário de avaliação;
3 – Preparar avaliações;
4 – Corrigir trabalhos acadêmicos;
5 – Registrar freqüência de aluno;
6 – Divulgar resultados de avaliação;
7 – Discutir avaliação com aluno;
8 – Revisar avaliações;
9 – Registrar resultados de avaliações;
10 – Analisar processo de avaliação;

PLANEJAR CURSOS

1 – Identificar demanda de mercado;
2 – Definir perfil de profissional de conclusão;
3 – Definir objetivos de cursos;
4 – Definir elenco de disciplinas;
5 – Elaborar ementas;
6 – Identificar pré-requisitos;
7 – Definir carga horária;
8 – Definir bibliografia;
9 – Estabelecer número de vagas;
10 – Constituir corpo docente;
11 – Elaborar proposta de criação de curso;
12 – Defender aprovação de cursos em instâncias pertinentes;
13 – Propor convênios;
14 – Coordenar implantação de cursos;
15 – Propor alterações em estrutura curricular;

DESENVOLVER PESQUISAS

1 – Coordenar pesquisa;
2 – Revisar literatura;
3 – Elaborar projetos;
4 – Estabelecer metodologia de pesquisa;
5 – Providenciar aprovação junto ao comitê de ética em pesquisa;
6 – Captar recursos materiais e financeiros;
7 – Constituir equipe de pesquisa;
8 – Treinar equipe de pesquisa;
9 – Gerenciar recursos das pesquisas;
10 – Supervisionar experimentos;
11 – Coletar dados;
12 – Analisar dados;
13 – Preparar apresentação de resultados;
14 – Coordenar eventos científicos;
15 – Participar de eventos científicos;
16 – Estabelecer intercâmbio científico;
17 – Coordenar missões científicas;
18 – Executar consultoria ´ad hoc´;
19 – Integrar corpo editorial de revistas;
20 – Desenvolver equipamentos e materiais;
21 – Adaptar equipamentos e materiais;

Leia:  Engenheiro Químico - O que faz, Salário, Formação, CBO

DIVULGAR PRODUÇÃO ACADÊMICA

1 – Redigir textos didáticos, científicos e técnicos;
2 – Redigir relatórios técnicos, científicos e boletins;
3 – Redigir boletins;
4 – Preparar documentação científica;
5 – Produzir materiais iconográficos e ilustrativos;
6 – Revisar textos;
7 – Submeter textos para publicação;
8 – Compor apresentação final de publicações;
9 – Obter financiamento para publicação;
10 – Proferir palestras e conferências;
11 – Conceder entrevistas à mídia;

REALIZAR ATIVIDADES DE EXTENSÃO

1 – Oferecer cursos;
2 – Prestar assessorias e consultorias;
3 – Prestar assistência hospitalar, ambulatorial e comunitária;
4 – Organizar campanhas e programas de saúde e meio-ambiente;
5 – Integrar equipes multidisciplinares de intervenção ambiental e comunitárias;
6 – Implementar ações educativas e preventivas;
7 – Integrar equipes de órgãos externos à instituição de ensino;
8 – Difundir métodos, técnicas e produtos, junto à comunidade;

PARTICIPAR DA ADMINISTRAÇÃO UNIVERSITÁRIA

1 – Definir políticas acadêmicas;
2 – Coordenar laboratórios de ensino e pesquisa;
3 – Participar da administração de hospitais universitários, ambulatórios, clínicas e outros (laboratório de análise);
4 – Participar da administração de biotérios, museus, fazendas e outros;
5 – Chefiar departamento;
6 – Coordenar projetos institucionais;
7 – Participar de órgãos colegiados;
8 – Presidir órgãos colegiados;
9 – Coordenar disciplinas;
10 – Exercer curadoria de coleções;
11 – Elaborar relatórios acadêmico-administrativos;
12 – Participar de comissões;
13 – Elaborar pareceres diversos;
14 – Integrar direção de associações científicas e profissionais;
15 – Participar de bancas de concursos;

COMUNICAR-SE

1 – Expressar-se por escrito;
2 – Interpretar mensagens orais (compreensão oral);
3 – Expressar-se oralmente;
4 – Argumentar com clareza e consistência;
5 – Partilhar conhecimento;
6 – Liderar pessoas;
7 – Trabalhar em grupo;
8 – Demonstrar capacidade de motivação;
9 – Interpretar mensagens escritas (compreensão escrita);

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

1 – Agir com disciplina;
2 – Demonstrar capacidade de organização;
3 – Agir com senso crítico;
4 – Demonstrar capacidade de síntese;
5 – Demonstrar capacidade de análise;
6 – Ter visão global;
7 – Demonstrar criatividade;

Leia:  Trabalhadores da extração de minerais sólidos tabela salários CBO 7111

RECURSOS PARA EXERCÍCIO DO CARGO

  1. Publicações;
  2. Equipamentos médicos;
  3. Drogas, reagentes e vidraria;
  4. Manequins;
  5. Equipamentos de ginástica;
  6. Eq. de informática, softwares e acesso à Internet;
  7. Veículos locomotores;
  8. Equipamentos aplicados à biologia molecular;
  9. Equipamentos de biossegurança;
  10. Equipamentos de fisioterapia;
  11. Equipamentos para trabalho de campo;
  12. Peças anatômicas;
  13. Equipamentos cirúrgicos;
  14. Animais de laboratório;
  15. Equipamentos hospitalares e odontológicos;
  16. Equipamentos de enfermagem;
  17. Equipamentos de microscopia;
  18. Equipamentos audiovisuais;
  19. Equipamentos para audiometria;
  20. Equipamentos de diagnóstico;
  21. Equipamentos para análises físico-químicas;

CARGOS RELACIONADOS

  1. Professor de ciências biológicas do ensino superior;
  2. Professor de educação física no ensino superior;
  3. Professor de enfermagem do ensino superior;
  4. Professor de farmácia e bioquímica;
  5. Professor de fisioterapia;
  6. Professor de fonoaudiologia;
  7. Professor de medicina – Professor de clínica cirúrgica (ensino superior), Professor de clínica médica (ensino superior);
  8. Professor de medicina veterinária;
  9. Professor de nutrição;
  10. Professor de odontologia;
  11. Professor de terapia ocupacional;
  12. Professor de zootecnia do ensino superior;

PARTICIPARAM DA PESQUISA

  • Adelson Luiz Araújo Tinoco;
  • Ana Luíza Amorim Teixeira Da Silva;
  • Arsênio Sales Peres;
  • Celeste Maria Martins Cabral;
  • Elizabeth Spangler Andrade Moreira;
  • Janetti Nogueira Francischi;
  • José Antônio Obeid;
  • Marcelo Miranda E Silva;
  • Margaret Teixeira Lima Fernandes;
  • Maria Cristina De Oliveira Silva;
  • Maria Isabel Garcez Ghirardi;
  • Maria Rita Scotti Muzzi M. Leitão;
  • Robson De Barros Rossoni;
  • Rocksane De Carvalho Norton;
  • Vania Azevedo Travassos;
  • Zélia Maria Oliveira Falcão;

INSTITUIÇÕES

  • Departamento De Matemática Do Instituto De Ciências Exatas Da Ufmg;
  • Faculdade De Odontologia Da Usp;
  • Instituto Metodista Izabela Hendrix;
  • Pontifícia Universidade Católica De Minas Gerais (Puc-mg);
  • Puc Minas / Faculdade De Odontologia;
  • Ufmg / Departamento De Terapia Ocupacional;
  • Ufmg / Escola De Enfermagem;
  • Ufmg / Faculdade De Medicina;
  • Ufmg / Instituto De Ciências Biológicas;
  • Universidade De São Paulo (Usp);
  • Universidade Federal De Viçosa;

Instituição Conveniada Responsável

Centro De Desenvolvimento E Planejamento Regional – Cedeplar – Fundep – Ufmg

Fonte: Ministério do Trabalho

Glossário
1) Ad hoc (Latim): para isso, para esse caso. Designado por se tratar de perito, para executar determinada tarefa. 2) Biotério: viveiro de cobaias e outros animais empregados em experiências de laboratório, produção de soros, vacinas etc.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tendências