Conecte-se conosco

Cargos e salários

Professor de inglês – O que faz, Salário, Formação, CBO

Veja o que faz, quanto ganha um Professor de inglês, onde estão as melhores vagas de emprego para professor de inglês, informações completas do Ministério do Trabalho e Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp com a participação de empresas e profissionais do setor de língua, literatura e Recursos Humanos.

A seguir, as informações sobre Professor de inglês:

  • Quanto ganha;
  • Jornada de trabalho;
  • Piso salarial;
  • Salário médio;
  • Maior salário;
  • Salário hora;
  • Código da Profissão;
  • Atribuições / descrição do cargo;
  • Formação e experiência;
  • Condições gerais para exercício do cargo;
  • Descrição das atividades;
  • Recursos para exercício do cargo;
  • Cargos relacionados;
  • Participaram da pesquisa;
  • Instituições.

Quanto ganha um Professor de inglês

  • Jornada de trabalho: 32h
  • Piso salarial: R$1.745,88
  • Salário médio: R$2.458,99
  • Maior salário: R$3.716,09
  • Salário hora: R$15,53
  • Código da Profissão: CBO 234616

Atribuições do cargo do Professor de inglês

Ministram aulas, cursos e seminários e realizam pesquisas, nas áreas de linguística e literatura; orientam alunos; realizam atividades pedagógico-administrativas, de avaliação e de qualificação profissional; organizam a produção do conhecimento na área; divulgam conhecimentos científicos; prestam assessoria e consultoria.

FORMAÇÃO E EXPERIÊNCIA

Essas ocupações são exercidas por pessoas com formação superior na área de letras, geralmente pós-graduadas. Para o exercício pleno das funções não se requer experiência profissional, exceto para as ocupações de professores de filologia e crítica textual e professores de literatura comparada. A admissão ao exercício profissional em universidades públicas é por concurso.

CONDIÇÕES GERAIS PARA O EXERCÍCIO DO CARGO

Os profissionais dessa família ocupacional exercem suas funções em instituições e estabelecimentos cujas atividades estão relacionadas a ensino, cultura e pesquisa e desenvolvimento. Geralmente, são contratados na condição de trabalhadores assalariados, com carteira assinada; atuam de forma individual, em duplas e em equipes de trabalho; desenvolvem as atividades com supervisão ocasional, em ambientes fechados, geralmente no período diurno; o exercício do trabalho pode ocorrer de forma presencial e em sistema de ensino a distância. Os profissionais de algumas das ocupações podem estar sujeitos à estresse e podem estar expostos à ação de ruído intenso.

Código internacional CIUO88
2310 – Profesores de universidades y otros establecimientos de la enseñanza superior

Nota
No mercado de trabalho é comum ocorrerem casos de profissionais que exercem, concomitantemente, funções de professor universitário e pesquisador. Para codificá-los, considerar as atividades principais.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

MINISTRAR AULAS, CURSOS, SEMINÁRIOS NAS ÁREAS DE LÍNGUA, LINGÜÍSTICA E LITERATURA

1 – Definir conteúdos programáticos;
2 – Selecionar textos para estudo;
3 – Promover o estudo de textos;
4 – Selecionar material didático e paradidático (livros, fitas, vídeos etc);
5 – Elaborar material didático e paradidático;
6 – Programar atividades de laboratório de língua e informática;
7 – Programar o uso de equipamentos de apoio;
8 – Programar atividades de pesquisa;
9 – Realizar atualização bibliográfica;
10 – Atualizar conteúdos programáticos;
11 – Realizar discussões teórico-metodológicas com os alunos;
12 – Promover seminários, palestras, entre outros, sobre temas específicos;
13 – Discutir questões sociais e culturais, em classe;
14 – Discutir o uso da língua frente às demandas econômicas, sociais, políticas;
15 – Discutir sobre a aplicação do estudo da língua na prática profissional;
16 – Promover estudos inter e transdisciplinares;
17 – Promover estudos sobre inter-relações de diferentes linguagens;
18 – Ministrar cursos de ensino à distância;

Leia:  Médico de diagnóstico e terapia - O que faz, Salário, Formação, CBO

REALIZAR PESQUISAS NAS ÁREAS DE LÍNGUA, LINGÜÍSTICA E LITERATURA

1 – Elaborar projetos;
2 – Realizar levantamento bibliográfico;
3 – Montar equipe de pesquisa;
4 – Prever recursos financeiros para pesquisa;
5 – Coletar dados e materiais para pesquisa;
6 – Analisar dados e materiais de pesquisa;
7 – Realizar seminários para discussão de resultados parciais de pesquisas;
8 – Elaborar relatórios e monografias;
9 – Escrever textos relacionados à pesquisa;
10 – Apresentar trabalhos em congressos científicos;
11 – Publicar trabalhos;
12 – Desenvolver metodologias científicas de trabalho;
13 – Realizar estudos interdisciplinares;
14 – Participar de reuniões de linhas e grupos de pesquisa;
15 – Pesquisar o uso de novas tecnologias de apoio para a área;
16 – Analisar princípios metodológicos da área;

ORIENTAR ALUNOS

1 – Dar atendimento individual aos alunos;
2 – Orientar trabalhos de conclusão de curso – TCC;
3 – Orientar trabalhos de monitoria;
4 – Orientar trabalhos de iniciação científica;
5 – Orientar trabalhos de especialização;
6 – Orientar dissertações de mestrado;
7 – Orientar teses de doutorado;
8 – Indicar bibliografia;
9 – Supervisionar estágios;
10 – Orientar alunos na apresentação de trabalhos;

REALIZAR ATIVIDADES DE AVALIAÇÃO

1 – Avaliar as necessidades dos alunos;
2 – Estabelecer critérios de avaliação;
3 – Preparar instrumentos de avaliação;
4 – Avaliar o desenvolvimento de alunos no curso;
5 – Avaliar a produção escrita de alunos;
6 – Avaliar a leitura e compreensão de textos orais e escritos;
7 – Discutir resultados da produção discente;
8 – Avaliar grade curricular;
9 – Avaliar o projeto pedagógico do curso;
10 – Avaliar atividades de ensino, pesquisa e extensão;
11 – Avaliar exame nacional de cursos;
12 – Realizar auto-avaliação;
13 – Participar de bancas examinadoras (TCC, ME, DO et);
14 – Participar de júri de premiação acadêmica e científica;
15 – Participar de júri de premiação cultural;

REALIZAR ATIVIDADES DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

1 – Frequentar cursos de especialização, aperfeiçoamento, extensão, etc;
2 – Elaborar dissertação de mestrado;
3 – Elaborar tese de doutorado;
4 – Desenvolver atividades de pós-doutorado;
5 – Participar de eventos acadêmicos, científicos e culturais, nacionais e internacionais;
6 – Realizar discussões teórico-metodológicas;
7 – Participar de intercâmbios científicos e culturais, nacionais e internacionais;
8 – Estudar novas tecnologias de apoio à pesquisa;
9 – Estudar novas tecnologias de apoio ao ensino;
10 – Participar de discussões sobre a área, pela Internet;

Leia:  Engenheiro mecânico - O que faz, Salário, Formação, CBO

REALIZAR ATIVIDADES PEDAGÓGICO-ADMINISTRATIVAS

1 – Estruturar projetos pedagógicos na área;
2 – Discutir propostas curriculares;
3 – Planejar e implementar grades curriculares;
4 – Preparar programas de cursos;
5 – Distribuir disciplinas;
6 – Organizar horários, cronogramas, etc;
7 – Exercer cargos de chefia, direção, supervisão e coordenação;
8 – Representar os pares em comissões externas à instituição;
9 – Participar de colegiados;
10 – Participar da organização de bancas examinadoras;
11 – Atualizar acervo bibliográfico da área na instituição;
12 – Planejar orçamento;
13 – Sugerir compra de materiais para laboratório de língua, informática, etc;
14 – Participar da elaboração de propostas curriculares;
15 – Elaborar e implementar projetos de extensão;

ORGANIZAR A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NA ÁREA

1 – Realizar atividades de editoração;
2 – Traduzir textos;
3 – Organizar edições críticas;
4 – Organizar e editar publicações científicas;
5 – Elaborar livros didáticos de língua e literatura;
6 – Organizar edições didáticas de obras literárias;
7 – Organizar edições didáticas para o ensino de línguas;
8 – Elaborar glossários;
9 – Elaborar dicionários;
10 – Organizar antologias;
11 – Elaborar notas e resenhas sobre livros;
12 – Escrever prefácio, posfácios, introduções, orelhas e quartas capas;
13 – Elaborar críticas literárias;
14 – Escrever verbetes;
15 – Organizar edições diplomáticas;
16 – Organizar atlas linguísticos;

DIVULGAR CONHECIMENTOS CIENTÍFICOS

1 – Organizar eventos científicos e culturais;
2 – Promover intercâmbios científicos e culturais;
3 – Realizar palestras, conferências, etc;
4 – Organizar concursos literários;
5 – Disponibilizar conhecimentos didático-pedagógicos, via meios impressos, eletrônicos e digitais;
6 – Disponibilizar a produção científica, via meios impressos, eletrônicos e digitais;
7 – Divulgar a produção discente;
8 – Promover cursos de extensão para empresas, sindicatos, ONGS etc;
9 – Publicar traduções de textos;

PRESTAR ASSESSORIA E CONSULTORIA

1 – Prestar assessoria a instituições de ensino;
2 – Prestar assessoria a órgãos públicos;
3 – Prestar assessoria a órgãos de fomento à pesquisa;
4 – Elaborar pareceres para órgãos de fomento à pesquisa;
5 – Elaborar pareceres para publicações científicas;
6 – Elaborar pareceres para editoras;
7 – Sugerir traduções, publicações, et, para editoras;
8 – Realizar revisão de textos e traduções;
9 – Participar de comissões para estabelecimento de critérios de avaliação para concursos;
10 – Elaborar exames para concursos (vestibular, ingresso seleção de professores, etc);
11 – Elaborar exames de proficiência em línguas;
12 – Participar da correção de exames;
13 – Elaborar cursos de extensão para empresas, sindicatos, ONGS, etc.;
14 – Analisar processos de comunicação em instituições;

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

1 – Dominar os fundamentos histórico-teórico-metodológicos da área;
2 – Demonstrar capacidade de reflexão;
3 – Relacionar teoria e prática;
4 – Demonstrar capacidade de análise e síntese;
5 – Articular conhecimento de diferentes áreas;
6 – Estimular senso crítico dos alunos;
7 – Demonstrar capacidade de transmitir conhecimentos científicos, com clareza;
8 – Analisar a inter-relação entre formas verbais e não-verbais de linguagem;
9 – Relacionar conhecimentos específicos da área a questões sócio-culturais;
10 – Demonstrar capacidade de interagir com os alunos;
11 – Trabalhar em equipe;
12 – Demonstrar domínio instrumental de língua estrangeira;
13 – Atualizar-se na carreira acadêmica;
14 – Demonstrar capacidade de liderança;
15 – Proceder com ética nas relações interpessoais e profissionais;

Leia:  Tabela Salarial, Piso Salarial, Salário Mínimo - Parte 28

RECURSOS PARA EXERCÍCIO DO CARGO

  1. Livros especializados;
  2. Revistas especializadas;
  3. Livros didáticos;
  4. Revistas;
  5. Gravador;
  6. Compact Discs (CD);
  7. CD-ROM;
  8. Impressora;
  9. Publicações científicas;
  10. Mapas;
  11. Cartões ilustrativos;
  12. Equipamentos de informática;
  13. Material de escritório;
  14. Equipamento multimídia;
  15. Atlas linguístico;
  16. Projetor de slides;
  17. Equipamento audiovisual;
  18. Transparências;
  19. Dicionários;
  20. Fitas de vídeo;
  21. Fitas cassetes;
  22. Jornais;
  23. Retroprojetor;

CARGOS RELACIONADOS

  1. Professor de língua alemã – Professor de alemão;
  2. Professor de língua italiana – Professor de italiano;
  3. Professor de língua francesa – Professor de francês;
  4. Professor de língua inglesa – Professor de inglês;
  5. Professor de língua espanhola – Professor de espanhol;
  6. Professor de língua portuguesa – Professor de português;
  7. Professor de literatura brasileira;
  8. Professor de literatura portuguesa;
  9. Professor de literatura alemã;
  10. Professor de literatura comparada;
  11. Professor de literatura espanhola;
  12. Professor de literatura francesa;
  13. Professor de literatura inglesa;
  14. Professor de literatura italiana;
  15. Professor de literatura de línguas estrangeiras modernas;
  16. Professor de outras línguas e literaturas;
  17. Professor de línguas estrangeiras modernas;
  18. Professor de linguística e linguística aplicada – Professor de linguística, Professor de linguística aplicada;
  19. Professor de filologia e crítica textual – Professor de crítica textual, Professor de filologia, Professor de filologia germânica, Professor de filologia portuguesa, Professor de filologia românica, Professor de linguística românica;
  20. Professor de semiótica;
  21. Professor de teoria da literatura;

PARTICIPARAM DA PESQUISA

  • Alexandre Sebastião Ferrari Soares;
  • Alexandre Soares Carneiro;
  • Ana Maria Haddad Baptista;
  • Antônio Dimas;
  • Célia De Moraes Rego Pedrosa;
  • Débora De Carvalho Figueiredo;
  • Edna Maria Barian Perroti;
  • Glória Carneiro Do Amaral;
  • José Pereira Da Silva;
  • Leila Barbara;
  • Maria Aparecida Caltasiano Magalhães Borges Da Sil;
  • Maria Da Glória Corrêa Di Fanti;
  • Mônica Ferreira Mayrink;
  • Reinaldo Martiniano Marques;
  • Rosa Maria Mijas Beloto;
  • Sílvia Dinucci Fernandes;
  • Terezinha Costa Hashimoto Bertin;

INSTITUIÇÕES

  • Faculdade De Ciências E Letras – Unesp- Araraquara;
  • Faculdades Integradas Teresa Martin;
  • Fundação São Paulo- Pontifícia Universidade Católica (Puc);
  • UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE (UFF);
  • Unioeste -Univ. Estadual Do Oeste Do Paraná;
  • Universidade De São Paulo (Usp);
  • Universidade Do Estado Do Rio De Janeiro – Uerj;
  • Universidade Do Vale Do Rio Dos Sinos;
  • Universidade Estadual De Campinas (Unicamp);
  • Universidade Federal De Minas Gerais (Ufmg);
  • Universidade Federal De Santa Catarina (Ufsc);
  • Universidade Metodista De São Paulo (Umesp);
  • Universidade Sao Judas Tadeu;
  • Usp / Puc-sp;

Instituição Conveniada Responsável

Fundação de Desenvolvimento da Unicamp – Funcamp

Fonte: Ministério do Trabalho

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tendências