Conecte-se conosco

Cargos e salários

Professor de língua portuguesa supletivo fundamental – O que faz, Salário, Formação, CBO

Veja o que faz, quanto ganha um Professor de língua portuguesa no ensino supletivo do ensino fundamental de 5ª a 8ª série, onde estão as melhores vagas de emprego para professor de língua portuguesa, informações completas do Ministério do Trabalho e Fundação Instituto De Pesquisas Econômicas – Fipe – Usp com a participação de empresas e profissionais do setor de educação e Recursos Humanos.

SEJA NOSSO REVENDEDOR E GANHE ATÉ R$ 27 mil MÊS
Chegou ao Brasil o Roteador inteligente que paga entre R$ 0,18 a 2,00 por cada pessoa que acessar sua internet wi-fi (alcance 50 mts), excelente para empresas, condomínios, residências e locais de grande fluxo. Um estabelecimento que recebe em média mil pessoas por dia pode ganhar até R$ 60 Mil mensais só compartilhando a internet. Trabalho a partir de Casa : FAÇA SEU CADASTRO NA WIBOX

A seguir, as informações sobre Professor de língua portuguesa supletivo fundamental:

  • Quanto ganha;
  • Jornada de trabalho;
  • Piso salarial;
  • Salário médio;
  • Maior salário;
  • Salário hora;
  • Código da Profissão;
  • Atribuições / descrição do cargo;
  • Formação e experiência;
  • Condições gerais para exercício do cargo;
  • Descrição das atividades;
  • Recursos para exercício do cargo;
  • Cargos relacionados;
  • Participaram da pesquisa;
  • Instituições.

Quanto ganha um Professor de língua portuguesa supletivo fundamental de 5ª a 8ª série

  • Jornada de trabalho: 28h
  • Piso salarial: R$1.642,74
  • Salário médio: R$2.313,71
  • Maior salário: R$3.496,55
  • Salário hora: R$16,45
  • Código da Profissão: CBO 231335

Atribuições do cargo de Professor de língua portuguesa supletivo fundamental de 5ª a 8ª série

Promovem a educação dos (as) alunos (as) por intermédio dos seguintes componentes curriculares: língua portuguesa, matemática, ciências naturais, geografia, história, educação artística, educação física e línguas estrangeiras modernas, de 5ª a 8ª série do ensino fundamental. Planejam cursos, aulas e atividades escolares; avaliam processo de ensino-aprendizagem e seus resultados; registram práticas escolares de caráter pedagógico; desenvolvem atividades de estudo; participam das atividades educacionais e comunitárias da escola. Para o desenvolvimento das atividades é mobilizado um conjunto de capacidades comunicativas.

Formação e experiência do Professor de língua portuguesa supletivo fundamental de 5ª a 8ª série

O exercício dessas ocupações requer ensino superior completo na área. Na rede pública de ensino requer-se concurso público.

CONDIÇÕES GERAIS PARA O EXERCÍCIO DO CARGO

Trabalham com clientelas de diferentes faixas etárias, oriundas de comunidades com diferentes contextos culturais e sociais, em escolas ou instituições de ensino das redes públicas federal, estadual, municipal e da rede privada e ONG. Predominantemente, trabalham em zonas urbanas, como empregados registrados em carteira. Desenvolvem suas atividades de forma individual e em equipe, com supervisão ocasional, em locais próprios à atividade de ensino e também em locais improvisados, em horários irregulares. Em algumas atividades, alguns profissionais podem estar expostos aos efeitos do ruído intenso e à fadiga originária do trabalho sob pressão.

Código internacional CIUO88
2332 – Maestros de nivel superior de la enseñanza preescolar
2359 – Otros profesionales de la enseñanza, no clasificados bajo otros epígrafes

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

PROMOVER A EDUCAÇÃO DOS ALUNOS

1 – Ministrar aulas;
2 – Desenvolver atividades para reflexão sobre a questão da cidadania;
3 – Desenvolver temas transversais por intermédio de diferentes atividades;
4 – Desenvolver situações de aprendizagem para reflexão sobre os direitos da criança e dos adolescentes;
5 – Promover palestras e outras atividades sobre valores éticos;
6 – Desenvolver atividades para reflexão sobre os problemas da sociedade contemporânea;
7 – Decodificar diferentes códigos e linguagens;
8 – Desenvolver atividades para reflexão sobre valores estéticos;
9 – Promover jogos e atividades de caráter cooperativo;
10 – Orientar sobre a preservação do patrimônio histórico- cultural e do meio ambiente;
11 – Sistematizar o conhecimento;
12 – Possibilitar a apropriação de conhecimentos;
13 – Contextualizar os conhecimentos;
14 – Criar situações múltiplas de aprendizagem;
15 – Expor o aluno a situações-problema no processo de aprendizagem;
16 – Desenvolver atividades de estímulo à ampliação do conhecimento;
17 – Orientar os alunos quanto aos métodos e práticas de estudo;
18 – Propor atividades e exercícios em sala de aula e extra classe;
19 – Propor atividades e exercícios de recuperação da aprendizagem;
20 – Observar o cumprimento das regras estabelecidas pela comunidade escolar;
21 – Adequar diferentes recursos didáticos e pedagógicos ao processo de ensino e aprendizagem;
22 – Adequar diferentes ambientes ao processo de ensino e aprendizagem;
23 – Orientar os alunos quanto à utilização dos recursos didáticos e ambientes de aprendizagem;
24 – Orientar a auto-avaliação dos alunos;

Leia  Analistas de tecnologia da informação salário e atribuições CBO 2124

PLANEJAR CURSOS, AULAS E ATIVIDADES ESCOLARES

1 – Elaborar o projeto pedagógico;
2 – Determinar os objetivos do curso e da disciplina;
3 – Selecionar os conteúdos;
4 – Organizar a bibliografia;
5 – Definir processos e critérios de avaliação;
6 – Estabelecer as metodologias de ensino;
7 – Elaborar cronogramas das atividades da disciplina;
8 – Prever recursos materiais e didáticos;
9 – Selecionar recursos multimídia eletrônica, textos, livros didáticos e paradidáticos;
10 – Sugerir atividades na elaboração do cronograma da escola;
11 – Elencar temas para projetos pedagógicos;
12 – Propor opções para o horário de trabalho;
13 – Propor atividades culturais;
14 – Propor critérios para a composição das classes;
15 – Levar em conta sugestões da comunidade para elaboração de projetos pedagógicos;
16 – Propor regras comuns para comunidade escolar;
17 – Propor estudos interdisciplinares;
18 – Prever participação em eventos culturais e científicos;
19 – Listar material escolar básico;
20 – Definir os requisitos para o desenvolvimento do trabalho docente;
21 – Propor calendário de avaliação escrita;

AVALIAR O PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM E SEUS RESULTADOS

1 – Elaborar os instrumentos de avaliação;
2 – Corrigir provas, exercícios e trabalhos dos alunos;
3 – Avaliar a participação dos alunos nas atividades escolares;
4 – Avaliar os alunos nos conselhos de classe e/ou série;
5 – Identificar as dificuldades dos alunos para reorganização do processo de aprendizagem;
6 – Avaliar o processo de ensino-aprendizagem em reuniões com a comunidade escolar;
7 – Avaliar a frequência dos alunos;
8 – Analisar a auto-avaliação dos alunos;
9 – Diagnosticar o nível pedagógico dos alunos;
10 – Analisar os livros didáticos propostos pelos ministérios, secretarias e coordenações;
11 – Sugerir a compra de equipamentos e materiais pedagógicos;

REGISTRAR PRÁTICAS ESCOLARES DE CARÁTER PEDAGÓGICO

1 – Preencher diário de classe;
2 – Registrar avaliações e resultados;
3 – Preencher formulários com notas e faltas;
4 – Registrar os planos da escola, do curso e das disciplinas;
5 – Registrar atividades extracurriculares;
6 – Registrar atividades culturais e pedagógicas;
7 – Registrar as atividades de horas-de trabalho docente extra-classe;

Leia  Professor de inglês - O que faz, Salário, Formação, CBO

ESTUDAR

1 – Ler literatura específica da área de conhecimento;
2 – Frequentar cursos de especialização, eventos científicos e sindicais;
3 – Acompanhar as mudanças na área da educação;
4 – Trocar experiências com os professores através de reuniões;
5 – Aprender novas tecnologias;
6 – Consultar bibliotecas;
7 – Consultar legislação;

PARTICIPAR DAS ATIVIDADES EDUCACIONAIS E COMUNITÁRIAS DA ESCOLA

1 – Participar da gestão escolar nos colegiados;
2 – Organizar atividades comunitárias;
3 – Participar da elaboração do plano de gestão da escola;
4 – Analisar o plano de gestão da escola;
5 – Participar das assembleias escolares;

COMUNICAR-SE

1 – Dialogar com a direção e coordenações da escola;
2 – Esclarecer os critérios de avaliação para os alunos;
3 – Comunicar os resultados da avaliação aos pais e aos alunos;
4 – Realizar reuniões com os pais para orientação;
5 – Encaminhar alunos para serviço de orientação escolar;
6 – Comunicar às autoridades escolares e às famílias os problemas referentes aos alunos;
7 – Socializar os conhecimentos adquiridos em eventos de formação;
8 – Discutir projetos interdisciplinares com colegas;
9 – Debater projetos interdisciplinares com os alunos;
10 – Solicitar providências das instâncias competentes quanto aos direitos funcionais do professor;

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

1 – Agir eticamente;
2 – Trabalhar em equipe;
3 – Demonstrar capacidade de diálogo;
4 – Construir relações de confiança com os alunos;
5 – Demonstrar liderança;
6 – Colocar-se disponível para os alunos;
7 – Respeitar os limites dos alunos;
8 – Respeitar a heterogeneidade dos alunos;
9 – Demonstrar pontualidade e assiduidade;
10 – Estimular a troca de conhecimento;
11 – Demonstrar criatividade e iniciativa;
12 – Demonstrar controle emocional;
13 – Escrever segundo as normas ortográficas e gramaticais;
14 – Falar segundo as normas ortográficas e gramaticais;
15 – Expressar-se com clareza;
16 – Conviver com as idéias ou posições contrárias;
17 – Empregar recursos e procedimentos didáticos;
18 – Revelar interesses multidisciplinares;
19 – Demonstrar solidariedade;
20 – Demonstrar capacidade de intervir na realidade;
21 – Contribuir para o exercício da cidadania entre os alunos;
22 – Contribuir para o desenvolvimento de relações de solidariedade entre os alunos;
23 – Incentivar a participação dos alunos nos projetos comunitários;
24 – Assumir funções administrativo-pedagógicas;

RECURSOS PARA EXERCÍCIO DO CARGO

  1. Globo terrestre;
  2. Livros didáticos, paradidáticos, literatura;
  3. Preservativos;
  4. Retroprojetores;
  5. Termômetros;
  6. Fita cassete e de vídeo;
  7. Bancos suecos;
  8. Papéis;
  9. Aros, tabelas e redes para basquete;
  10. Redes de vôlei, futebol de salão e outras;
  11. Painéis;
  12. Datashow;
  13. Colchões, colchonetes, espaldar;
  14. Computadores, impressoras, scaners e multimídia;
  15. Cadernos diversos (desenho, milimetrado);
  16. Colas diversas, tesouras, fitas adesivas;
  17. Giz (branco e colorido);
  18. Lousa (pedra, branca e eletrônica) e apagadores;
  19. Bolas específicas para cada modalidade esportiva;
  20. Gravadores;
  21. Aparelho de vídeo e televisores;
  22. Tintas (guache, óleo, nanquim, aquarela) e pincéis;
  23. Réguas, esquadros, compassos;
  24. Maquetes;
  25. Textos xerocopiados;
  26. Apitos;
  27. Sucatas (conduítes, garrafas plásticas, pneus);
  28. Bastões e cabos de vassoura;
  29. Dicionários;
  30. Jogos de matemática;
  31. Mapas geográficos e históricos;
  32. Vidrarias para laboratório de ciências;
  33. Modelos anatômicos para laboratório de ciências;
  34. Cordas e barbantes;
  35. Massas de modelar;
  36. Microscópios e lâminas;
  37. Transparências para uso em retroprojetor;
  38. Ímãs;
  39. Balança de precisão;
  40. Substâncias químicas para laboratórios de ciências;
  41. Canetas, lápis;
  42. Suportes e bases para laboratórios;
  43. Quadras poliesportivas;
  44. Aros de diferentes formatos para educação física;
  45. Material de ótica;
Leia  Fonoaudiólogo - O que faz, Salário, Formação, CBO

CARGOS RELACIONADOS

  1. Professor de ciências exatas e naturais do ensino fundamental – Professor de ciências na educação de jovens e adultos do ensino fundamental de 5ª a 8ª série, Professor de ciências naturais no ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  2. Professor de educação artística do ensino fundamental – Professor de artes do ensino fundamental de de 5ª a 8ª série , Professor de artes na educação de jovens e adultos do ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  3. Professor de educação física do ensino fundamental – Professor de educação física na educação de jovens e adultos do ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  4. Professor de geografia do ensino fundamental – Professor de geografia na educação de jovens e adultos do ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  5. Professor de história do ensino fundamental – Professor de história na educação de jovens e adultos do ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  6. Professor de língua estrangeira moderna do ensino fundamental – Professor de língua estrangeira moderna no ensino supletivo do ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  7. Professor de língua portuguesa do ensino fundamental – Professor de língua portuguesa no ensino supletivo do ensino fundamental de 5ª a 8ª série
  8. Professor de matemática do ensino fundamental – Professor de matemática na educação de jovens e adultos do ensino fundamental de 5ª a 8ª série

PARTICIPARAM DA PESQUISA

  • Amini Rassoul;
  • Claudio Humberto Lessa;
  • Cristina Bruzzo;
  • Eiko Hasegawa Sugiyama;
  • Evani Pulquéria Chaves;
  • Fábio Gomes;
  • Isabel Kimie Prospero;
  • Isaura Campos Franceschi;
  • Joselina Maria Villares Ferreira Bastos;
  • Luzia Aparecida De Oliveira;
  • Magali De Fátima Evangelista Machado;
  • Mônica Cardoso Da Silva;
  • Olga Maria Da Motta;
  • Ronaldo Nicolai;
  • Sandra Greco Da Fonseca;

INSTITUIÇÕES

  • Classe 305 (Brasília);
  • Colégio Bandeirantes (São Paulo);
  • Colégio Objetivo;
  • Colégio Progresso Campineiro (Campinas);
  • Colégio Santa Clara (São Paulo);
  • Diretoria De Ensino – Região De Ribeirão Preto;
  • Escola Estadual Padre Anacleto De Camargo (Santana Do Parnaíba-sp);
  • Escola Estadual Professor Adhemar Bolina (Biritiba Mirim-sp);
  • Escola Municipal De Educação Fundamental Gen. Henrique Geisel (São Paulo);
  • Escola Municipal De Ensino Fundamental Professor José Ferraz De Campos (São Paulo);
  • Escola Municipal Ensino Fundamental Anisio Teixeira (Aracaju);
  • Escola Municipal Isaura Santos (Belo Horizonte);
  • Escola Municipal Professor José Ferraz De Campos (São Paulo);
  • Faculdade De Educação Da Universidade Estadual De Campinas;
  • Fisioterapia Adriana Moreno S/c Ltda.;

Instituição Conveniada Responsável

Fundação de Desenvolvimento da Unicamp – Funcamp

Fonte: Ministério do Trabalho

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda Wibox

Posts Recentes

Ganhar dinheiro com Blog Ganhar dinheiro com Blog
Dinheiro6 meses ago

Como ganhar dinheiro com blog

Nos dias de hoje, ganhar dinheiro com blog, trabalhando unicamente no conforto de sua residência pode se tornar uma realidade....

Dinheiro Extra Dinheiro Extra
Dinheiro6 meses ago

Dinheiro Extra

Na hora de organizar as finanças, sabemos que qualquer adicional no final do mês já é capaz de fazer uma...

Dinheiro6 meses ago

Finanças Pessoais

Finanças pessoais para muitos, tornou-se sinônimo de pesadelo. A boa notícia é que não há nenhum segredo oculto para administrar essa...

Crédito Pessoal Crédito Pessoal
Dinheiro6 meses ago

Crédito Pessoal

O crédito pessoal nada mais é do que um empréstimo realizado para pessoas físicas. Diversas empresas e instituições bancárias oferecem...

Dinheiro6 meses ago

Empréstimo Pessoal Online

O surgimento de muitas empresas de crédito propiciaram vantagens ao trabalhador endividado. Uma delas é o empréstimo pessoal, que o...

Gerenciador Financeiro Gerenciador Financeiro
Dinheiro6 meses ago

Gerenciador Financeiro

Controlar com cuidado o próprio dinheiro é a melhor forma de saber onde os gastos estão indo, como melhorar e...

Dinheiro6 meses ago

Simulador de Financiamento

Simular um financiamento é a melhor forma de saber o quanto você terá que pagar em cada parcela, estabelecer a...

Empréstimo Pessoal Empréstimo Pessoal
Dinheiro6 meses ago

Empréstimo Pessoal

O empréstimo pessoal sempre é uma solução buscada em momentos de grande sufoco e apesar de ser uma alternativa muito...

Dinheiro6 meses ago

Como Juntar Dinheiro

Muitas vezes nossos sonhos demandam de certa quantia de dinheiro para serem realizados. No entanto, juntar esse valor parece ser...

O que fazer para Ganhar Dinheiro O que fazer para Ganhar Dinheiro
Dinheiro6 meses ago

O que fazer para Ganhar Dinheiro

Nem sempre a renda fixa do trabalho é o suficiente para alcançar objetivos financeiros. Por isso, muitas pessoas buscam uma...

Propaganda Wibox

Tendências