Empreendedorismo

Microempreendedor Individual

 

 

 

By  | 21/06/2017

Quem deseja ser um Microempreendedor individual e montar seu próprio negócio passa por diversos desafios no Brasil. Entre os altos tributos sobre os serviços, a contratação de mão de obra qualificada e os investimentos necessários, o empreendedor necessita de qualificação, estrutura emocional e financeira para vencer as batalhas diárias.

 

Para muitos empreender é um sonho, para outros uma grande conquista. Existem os que já possuem seu negócio, mas não estão legalizados perante a lei. E pensando nisso foi que o Governo Federal criou o Portal do microempreendedor individual. Aos empreendedores de primeira viagem, que dispõem de seus serviços ou produtos, mas não tem o intuito de montar uma grande empresa no inicio, agora ficou muito mais fácil possuir o seu próprio CNPJ.

 

O Portal do microempreendedor individual conta com informações úteis para os empreendedores se legalizarem e adquirirem o conhecimento sobre tributações e códigos específicos para os pequenos negócios. Um dos benefícios principais do microempreendedor individual é a possibilidade de pagar uma taxa mensal, que varia conforme o serviço ofertado pela empresa, mas que não ultrapassa R$ 100,00 mensais. Assim, inscrevendo-se no portal do microempreendedor individual, o negócio fica legalizado e o empreendedor consegue seu CNPJ próprio, além de notas fiscais e leis de garantia do governo.

 

Assim como outros casos, para estar dentro dos requisitos necessários para ser um microempreendedor individual, o principal é gerar um lucro menor que R$ 60.000,00 reais anuais. Caso o empreendedor preveja um lucro maior do que o indicado pela lei, ele já passa de microempreendedor individual para uma microempresa e assim necessita pagar outras tributações.

 

Os empreendedores que criam seus negócios precisam estar sempre atualizados sobre as leis trabalhistas, contábeis e financeiras, mas, além disso, precisam gerar receita com seus negócios para mantê-los e garantir sua expansão. Para tal, é importante buscar novas qualificações para desenvolver estratégias diferentes de aquisição de clientes, fluxo de caixa, estruturação de setores.

 

 

Quem já é um microempreendedor individual e já conquistou seu espaço no mercado também necessita de informações constantes sobre a concorrência, leis e atualidades. Cursos como o do Sebrae, auxiliam o empreendedor na qualificação, no planejamento e estruturação do negócio. Para garantir resultados efetivos é necessário iniciar pelo plano de negócios, com ele o empreendedor consegue desenvolver cada área da empresa e medir os resultados alcançados com cada etapa do processo de criação de sua empresa. O Sebrae auxilia os pequenos empresários na criação de seus negócios e também fornece cursos para os empreendedores que já estão a mais tempo no mercado.

 

Outro ponto essencial para ter permanência e efetividade na manutenção de um negócio é planejar e estrutura o marketing. Mesmo um microempreendedor individual que trabalha sozinho ou com um número reduzido de colaboradores precisa ter estratégias de marketing e comunicação para divulgar seus serviços/produtos, criar uma marca sólida na região e aumentar seu número de clientes. Ter uma marca sólida e um posicionamento objetivo fazem parte de todo negócio que pretende crescer. Além disso, é necessário desenvolver um site, criar canais de relacionamento com seus públicos, formatos de divulgação de seus serviços e assim desenvolver seu negócio para o sucesso.

Receba vagas e artigos no email. É grátis!

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *