Ideias de Negócios

3 ideias de negócios para montar investindo pouco

 

 

 

By  | 

Se você chegou até aqui e está lendo este artigo, é porque certamente já tomou a decisão de se tornar o seu próprio patrão. Antes de mais nada, parabéns! Se tornar um empreendedor é um passo que exige coragem e, justamente por isso, não é para qualquer um!

Para você que decidiu se tornar seu próprio chefe e partir à conquista de sua tão sonhada independência financeira, a nossa equipe selecionou três ideias de negócios simples e lucrativas. É tudo o que você precisa para começar a sua empresa sem gastar horrores: confira a seguir!

#1 – Investindo na sua própria boutique

O mercado de roupas e acessórios é um dos poucos que mesmo em períodos de crise, como o atual, tem se mostrado estável. Afinal, a apresentação pessoal é de grande importância para qualquer situação social e se mantém como um valor inabalável em uma sociedade pautada por uma dependência massiva de mídias como Facebook e Instagram.

Outra grande vantagem de investir nesse setor é a possibilidade de diversificar os produtos oferecidos, atrelando valor à sua marca. Uma loja de roupas pode oferecer igualmente bijouterias, itens de perfumaria e bolsas. Parcerias com outros comércios correlatos – barbearias, salões de beleza e clínicas de estética – podem turbinar a sua divulgação, impulsionando a sua loja.

* Modelo de negócio:

A decisão pelo modelo de negócio a ser desenvolvido – e-commerce, loja física ou modelo misto – fica a critério do seu capital inicial. Para quem quer começar logo a pôr a mão na massa e desembolsar menos logo de cara, a opção pelo e-commerce é certamente a mais viável.

Isso porque a opção pelo e-commerce vai te isentar daqueles que são os maiores custos iniciais de qualquer empresa: locação e reforma de imóvel, custos prediais (água, luz, telefone, internet) e contratação imediata de quadro inicial de funcionários.

* Por onde começar?

Um bom planejamento é a chave para garantir que a sua boutique online se torne um sucesso. Por isso, vale começar colocando no papel as seguintes informações:

* Perfil do seu público-alvo: para quem você está vendendo? Ter clareza sobre o perfil socioeconômico do seu público vai permitir que você adeque tanto a linguagem e as mídias utilizadas para a sua divulgação, quanto os preços praticáveis;

* Fornecedores: qual o segmento em que a sua loja vai se especializar? Moda feminina, masculina, moda praia ou até, por que não?, uma pegada mais “hippie”? Há mercado para todos os segmentos, o importante é ter clareza do que você deseja oferecer e ir atrás dos fornecedores com melhor preço e prazo de entrega.

* Desenvolvimento da página: desenvolver e administrar um e-commerce não é nenhuma tarefa de outro mundo. Plataformas como Magento estão aí para simplificar a sua vida – mas, se a informática não for bem a sua praia, vale a pena investir em consultoria especializada. Afinal, a página será a “cara” da sua marca e deve ser completamente operacional e responsiva.

VOCÊ VIU?  Montar fábrica de Esquadrias de Alumínio lucrativa

* Estratégia de marketing: quais os passos que você tomará para promover a sua marca? Afinal, o seu público-alvo precisa saber que você está no mercado! Nossa dica é: invista em marketing digital: as redes sociais são um meio riquíssimo na hora de lançar uma boutique com projeção local. Não deixe de explorar esse meio!

#2 – Investindo em loja especializada

Outra boa idéia é investir em uma loja especializada, como é o caso da NoDestro. Uma ideia simples e criativa, com base em uma necessidade real percebida no mercado – sem, necessariamente, reinventar a roda, é claro.

É possível oferecer produtos especializados em diversos segmentos: camisetas personalizadas, editoração de materiais didáticos, esmalteria, docerias, confecção de produtos promocionais e muitos outros.

A grande vantagem de uma loja especializada é o seu foco em um segmento específico do mercado, facilitando tanto o seu trabalho de captação de leads, quanto a projeção da sua marca no mercado – através do famoso “boca a boca”.

* Modelo de negócio:

Uma loja especializada pode se organizar sob diversos modelos, de acordo com o seu público alvo. Tanto o investimento em uma loja física, quanto na locação de um stand em shopping ou centro comercial, passando pela venda ambulante ou de porta em porta e, é claro, pelo e-commerce – todos esses modelos de negócio podem ser utilizados para lançar a sua marca especializada.

* Por onde começar?

Definir o seu produto e público-alvo são os primeiros passos essenciais. A partir daí, você poderá definir o modelo de negócios que permite melhor conciliar esses dois aspectos.

Para reduzir os seus custos iniciais, vale a pena investir em vendas ambulantes, na adaptação de espaços em sua casa – como garagens ou salas – ou no clássico e-commerce. Invista na projeção da sua marca através de práticas simples de marketing, como o Inbound Marketing.

#3 – Investindo em revenda de

Nossa terceira dica é investir no segmento tecnológico: que tal ganhar dinheiro revendendo um software ERP?

Um ERP é um software de gestão de recursos, amplamente utilizado por empresas que buscam otimizar a rotina interna, maximizando tanto a sua produtividade, quanto os seus lucros. Com a tecnologia atual, a maior parte dos sistemas ERP é oferecida como SaaS: um serviço com assinatura, disponível para acesso e uso das empresas graças à Nuvem.

E isso facilita muito o seu trabalho na hora da revenda! Afinal, você não precisa desenvolver o software – o que demandaria investimento na contratação de especialistas – nem tão pouco instalar e manter o serviço no hardware do seu cliente final: tudo o que você precisa fazer é atuar na venda.

O serviço ERP é garantido pela empresa responsável pelo Programa de Afiliados, da qual você receberá uma porcentagem do valor da venda como remuneração.

* Modelo de negócio:

Revenda de software de gestão hospedado na Nuvem, desenvolvido por empresa especializada no segmento de tecnologia. Um bom exemplo é o programa de revenda do Gestão Click, uma startup mineira que tem conquistado cada vez mais espaço no mercado.

VOCÊ VIU?  Tijolos - Monte a sua fábrica gastando pouco

* Por onde começar?

Para trabalhar com revenda, você deve se associar a um Programa de Afiliados (aqui). Busque se informar com detalhes sobre a política de pagamento de cada um deles, de forma a garantir que o seu investimento ofereça o melhor retorno.

A maior parte dos programas oferece uma porcentagem em cima do valor da venda individual. Outros programas, como é o caso do GestãoClick, oferecem o pagamento em cima da fidelização do cliente: em outras palavras, você receberá 30% da mensalidade de cada cliente conquistado – e isso enquanto eles estiverem associados ao GestãoClick.

Por isso, na hora de começar, vale procurar um Programa de Afiliados que tenha afinidade com o seu banco de contatos, de forma a maximizar suas chances de conversão. A partir daí, é só partir para as vendas! Boa sorte!

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

1 Comment

  1. Susleine Pereira de souza

    agosto 21, 2018 at 6:46 pm

    Tenho vontade de montar uma granja de frangos de corte , pois tenho um pequeno sitio de 25 mil metros sei que é um investimento um pouco alto para mim , gostaria de saber se é possível ter um empréstimo do governo e ajuda técnica também meu nome é Susleine obrigado pela atenção .
    a seria talvez uma avicultora familiar .

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *