Ideias de Negócios

Cestas de Café da Manhã – Saiba como fazer gastando pouco

 

 

 

By  | 24/06/2018

Saiba como fazer cestas de Café da Manhã lucrativa gastando pouco e sem cometer erros. Ganhe muito dinheiro com cestas comemorativas. Aprenda tudo: investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Cestas de Café da Manhã

FICHA TÉCNICA
Setor da Economia: terciário
Ramo de Atividade: Prestação de Serviço
Investimento: varia de R$ 2 mil até R$ 40 mil

Apresentação

Presentear surpreendendo pela originalidade é possível com a diversidade de cestas oferecidas por empresas especializadas. Café da manhã, chá da tarde, o nascimento do bebê, a passagem do aniversário ou uma surpresa romântica, são algumas das possibilidades. Revelam-se boas opções para presentes, principalmente para quem tem dificuldade de escolher ou pouco conhecimento sobre o presenteado. As cestas também oferecem tamanhos, variedades e preços bastante flexíveis.

O comércio de cestas para presentes não para de crescer e sobrevive graças às datas comemorativas como Dia das Mães, Dia dos Namorados, Páscoa, Natal; além de acontecimentos especiais que dão chance à expansão inovadora do serviço. É um negócio que requer criatividade e bom gosto nos arranjos e embalagens, pois as cestas variam muito de acordo com as exigências do cliente.

cestas comemorativas Tipos de cestas

Embora o café da manhã seja o principal produto nesse ramo de negócio, existem as de comemoração da maternidade (com itens para cuidados com o bebê), a happy hour (com aperitivos e bebidas), a queijo e vinho, a de chocolates, a de flores e frutas, a romântica (com flores, vinho, bombons e uvas), a infantil (cheia &guloseimas), a erótica (com acessórios para apimentar a relação), a esotérica (com velas e aromas essenciais), a de banho (com toalhas, óleos e sabonetes), cesta diet (para pessoas em regime ou em dietas com restrição de açúcar), entre muitas outras.

Clientes

As mulheres enviam cestas bem mais que os homens. “Elas gostam de presentear todo mundo: mãe, marido, namorado, amiga …… diz Solange Borcato, proprietária da Best & Best. Mas Sheila Cristiane. F. Passula, proprietária da Cia. das Cestas, aponta um ângulo diferente: “0 homem pede o que temos de melhor. Já a mulher, costuma se preocupar com o preço”, diz. Para ela, as vendas são equilibradas entre ambos os sexos.

Comercialização

Duas etapas são importantes na montagem e comercialização das cestas

1ª – As cestas devem ser montadas tendo o cuidado com os produtos perecíveis e sujeitos a danos, como as frutas;
2ª – A cesta não pode chegar atrasada para o cliente.

Obs: É importante a seleção dos itens para a das cestas.

VOCÊ VIU?  Como montar fábrica de Buggy (Bugres)

Número de itens

Cada cesta possui, em média, de 30 a 40 itens, podendo chegar a 70, de acordo com o tema escolhido e o valor que o cliente está disposto a pagar.

Produtos

Nos dias atuais é necessário que o empreendedor vise a satisfação do cliente oferecendo serviços e produtos de qualidade e preços competitivos. Alguns produtos como pães, biscoitos e até mesmo as geleias podem ser feitos de forma artesanal pela empresa, dando maior credibilidade e diferenciação entre seus concorrentes.

Fornecedores

O empreendedor deve fazer, antes da compra ser feita, uma pesquisa dos preços dos produtos entre empresas concorrentes e um levantamento dos fornecedores dos ingredientes.

  • Produtos perecíveis. Os perecíveis que compõem a cesta devem ser comprados em fornecedores próximos ao lugar aonde for instalado o negócio. Deverão ser comprados diariamente, em feiras, sacolões, supermercados, e outros.
  • Produtos de maior consumo. Esses produtos podem ser comprado diretamente dos fabricantes.
  • Produtos não perecíveis e armazenáveis. Os itens não perecíveis deverão ser adquiridos para um estoque de maior prazo, de 7 à 15 dias. Esses produtos podem ser comprados em atacadistas.

O empresário deve dispor de bons fornecedores que, inclusive, facilitem a entrega diária, embora muitos casos imponha-se a ida às fontes abastecedoras: supermercados, fruteiros, casa de carnes, mercados públicos, lojas de conveniências, etc..

Concorrentes

O envio de cestas ganhou forças há pouco mais de quatro anos, dizem empreendedores do segmento. Desde então, a cada ano cresce o número de pessoas oferecendo esse serviço. São donas de casa, desempregados, gente em busca de uma renda extra. A grande concorrência incentivou ao empreendedor que: a diferença está no uso somente de produtos de qualidade, que satisfazem e fidelizam o consumidor.

Mão de obra

Os cesteiros trabalham, em sua maioria, em casa e têm poucos ou nenhum funcionário. A mão-de-obra é formada por entregadores, motorista e arranjadores.

Divulgação

O segredo para o sucesso nesse ramo é a divulgação, seja em revistas, jornais, panfletos e indicações de clientes satisfeitos, sendo esta a melhor e mais barata forma de publicidade. É imprescindível investir em propaganda, principalmente na véspera das datas comemorativas.

Cursos

Aprender a montar cestas e fazer disso uma fonte de renda é bastante comum. Há vários locais, como os shopping centers, que oferecem cursos. Porém, pessoas que comercializam os produtos para a montagem das cestas também ministram esses cursos, mostrando passo a passo como é feita a produção.

Referências:

SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

VOCÊ VIU?  Como montar serviços de Teleatendimento 0800, 0900 e 0300

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *