Ideias de Negócios

Como abrir uma Fábrica de Perfumes – Passo a Passo

 

 

 

By  | 19/09/2017

Ganhe muito dinheiro com Fabricação e Comércio de Artigos de Perfumaria, saiba como abrir uma Fábrica de Perfumes com pouco dinheiro e sem cometer erros. Aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, captação de cliente, financiamento, mão de obra especializada, atendimento e muito mais…

Ficha Técnica
Setor: Indústria e Comércio.
Tipo de negócio: Fabricação e Comércio de Artigos de Perfumaria.
Produto: Perfumes.
Área mínima: 15 m².
Investimento: R$ 15 mil

Como abrir uma adega de perfumes

Conhecendo a arte da perfumaria

Tão antiga quanto o fogo, a arte da perfumaria mantêm uma estreita relação com este elemento. É que a palavra perfume deriva do latim “pro fumum”, que significa através da fumaça.

Os homens primitivos costumavam queimar plantas aromáticas para oferecer seu perfume aos deuses. Mais tarde, os egípcios descobriram que plantas maceradas em óleo poderiam transformar-se em unguentos perfumados. O perfume dos tempos modernos tem muito pouco de natural.São produzidos principalmente à base de ingredientes sintéticos (reproduzem os cheiros naturais) e aromáticos (criados em laboratório e inexistentes no ambiente). Dependendo do gosto de seu criador, uma fragrância pode reunir até 300 matérias-primas.

Mercado

Hoje a quantidade de lojas e franquias de perfumes que existem espalhados em nosso estado são muitas. E nem com essa concorrência acirrada, o consumo de perfumes ou colônias das lojas de perfumes diminui. É que perfumes ainda são um dos mais importantes itens de consumo.Para comprovar, basta prestar atenção aos locais onde perfumes são vendidos: dia dos namorados, o dia dos pais e o dia das mães são sinônimos de lojas abarrotados de pessoas, que procuram um presente ideal, ou seja, um perfume que seja a cara da pessoa que se deseja agradar.

Apesar da enorme aceitação dos perfumes no mercado, nem tudo são flores: mesmo tão bem vindo, os perfumes às vezes são inacessíveis para alguns. Em sua maioria, vendidos em frascos grandes, os perfumes têm por isso seu preço elevado. Isto sem contar os importados, que além de ser mais caros ainda deixam seus consumidores um pouco escravos deles, pois estes não acabam nunca.
Ainda bem que essas dificuldades e outras tantas existentes, surgem como oportunidades para quem quer se lançar nesta forma inovadora e econômica de vender perfume: a Adega de Perfumes.

A Adega de Perfumes é um “self service” de perfumes, que proporciona ao consumidor a oportunidade de comprar deo-colônias na medida do seu gosto e do seu bolso. Lá, o cliente escolhe a fragrância, os frascos e as tampas preferidas, monta seu kit como quer e assim determina o preço do produto que está levando, do mais simples ao mais sofisticado.

Quem não gosta de ser logo notado pelo bom perfume que usa? Muitas pessoas tem sua presença percebida, em qualquer lugar que chegam, apenas pela boa colônia que utilizam. Mas poucos sabem que compor uma fragrância é o mesmo que compor uma música ou pintar uma tela. Assim como a música e a pintura, a fragrância tem como ingredientes principais a harmonia, o sonho, a poesia, a inspiração e o mistério.

Localização e Infra estrutura

O local em que se deseja abrir este tipo de negócio, deve ter pouca incidência da luz, porque tanto o cheiro quanto outras características do perfume podem sofrer alterações.

É desejável que o local possua uma sala onde os perfumes possam ser fabricados e armazenados; outra sala onde os produtos possam ser colocados à disposição do cliente. A exposição dos produtos em estantes é uma escolha que pode variar conforme o perfil do público-alvo.

Armazenagem

Perfumes contém algumas substâncias voláteis e por isto que em lojas deste tipo, a armazenagem dos perfumes deve ser feita em tonéis e frascos, que podem ter formas variadas, mas que devem ter uma “torneirinha” (que pode ser feita por encomenda). O objetivo dessa “torneirinha” é reduzir ao máximo a abertura dos tonéis e frascos pela parte superior, evitando assim o risco de perder a qualidade do produto.

Disposição dos Produtos

A disposição dos tonéis nas prateleiras, deve ser organizada de modo que o cliente possa visualizar todos os frascos com suas identificações.

VOCÊ VIU?  Montar fábrica de Esquadrias de Alumínio lucrativa

Amostras em “spray” ou em frascos menores também são uma boa sugestão para que o cliente experimente a fragrância antes da compra do perfume.

Variedade na oferta de tamanhos e formatos de frascos, também poderá ajudar a Adega de Perfumes atingir seu objetivo de disponibilizar para o cliente um produto com todas as características que ele deseja.

Atraindo o público

Amante inveterado da conveniência, o cidadão moderno não precisa mais sair de casa para fazer compras. Se quiser, ele adquire praticamente tudo por telefone, Internet, catálogos etc. É por isto que atrair esse público arredio e segmentado para dentro de uma loja é um dos grandes desafios atuais do varejo.Qualidade, preço competitivo e ótima localização, já não são suficientes para conseguir levar o consumidor até o ponto-de-venda.

Com esta intenção, perfumarias se armam de expositores, prateleiras e mesas de apoio que destacam a variedade e a abundância de produtos de forma organizada, e que facilitam a aproximação do cliente. Afinal, a tendência é o auto-serviço assistido e todos os detalhes da loja precisam ser planejados para estimular o prazer de ir às compras. Através do “varejo-emoção” busca-se envolver e sensibilizar o consumidor. Como no teatro, cada detalhe da cena tem um papel. Espaços, formas, luzes, cores, sons e até cheiros são preparados para garantir um espetáculo inesquecível.

A estratégia tem nomes: Merchandising, arquitetura promocional ou funcional, essa técnica reúne todos os esforços para fazer o cliente entrar na loja e comprar. A sedução começa pelo layout do projeto, segue pela escolha de pisos e paredes, design dos móveis, apresentação dos produtos nas prateleiras, iluminação, vitrines e compõe toda a comunicação visual.

Particularmente a iluminação – toque final que compromete ou valoriza um ambiente – pode identificar a proposta do estabelecimento: uma luz muito forte e branca dá a impressão de preço baixo; controlada e dirigida, passa a sensação de exclusividade e sofisticação. Essencial mesmo é formatar um ponto-de-venda que transmita um clima adequado à imagem do produto e ao perfil do cliente. Sabe-se, por exemplo, que o uso de materiais sofisticados afugenta compradores se as mercadorias oferecidas forem muito simples, mesmo que tenham preços atraentes. Da mesma forma, um projeto arrojado afastará o público conservador.

Nessa guerra pelo cliente, vale também estabelecer uma comunicação por imagens, que através de sua coerência, remetem à sensação de assistir a um bom “trailer” e conduzem o consumidor à circular pelo espaço e enfim, atraído pelo ambiente e aguçado pela curiosidade de ver o “filme”, permaneça na loja e consuma, consuma muito.

Produtos alternativos

Travesseiros aromáticos, máscaras para descanso dos olhos, sachês de banho e bonecos de pano recheados com ervas aromáticas são alguns dos produtos que podem fazer companhia aos perfumes da Adega e até mesmo surgir como produto alternativo na linha de fabricação.

Classificando os “perfumes”

Artigos de perfumaria podem ser classificados como extratos finos, tríplices e duplos, extratos comuns, loções, águas-de-colônias, águas aromáticas, etc. e podem ser de qualidade inferior ou superior.

Combinações

Criar a fragrância perfeita é uma arte delicada. Além de combinar dezenas de matérias-primas, o perfumista acrescenta uma dose de paixão, transformando o aroma num estado de espírito. Perfumes estrangeiros lançados recentemente misturam romantismo, sofisticação, sensualidade e jovialidade.

Um perfume é composto de três partes:

  1. Notas de cabeça: é o primeiro aroma que se sente ao cheirar o perfume (por exemplo essências mais voláteis, como limão, laranja, bergamota, lavanda, pinho e eucalipto). Quando um perfume é muito fresco, suas notas são quase todas voláteis e seu aroma dura menos tempo.
  2. Notas de Corpo: é a personalidade do perfume, utilizam-se então essências menos voláteis e mais fortes. Estão entre elas: as aromáticas (tomilho), as especiarias (cravo), as florais, as químicas (aldeídos) e as amadeiradas (patchuli). O aroma permanece na pele por aproximadamente 2 horas.
  3. Notas de fixação: é o aroma que fica na pele. Usam-se normalmente resinas, essências amadeiradas e de origem animal, como o musk, o castor e o civete.

Essências

Diferentes concentrações de essência determinam o preço e a intensidade do perfume.

  1. Extrato: essências super concentradas ( entre 20% e 40%), elevam o preço do produto. Usa-se somente à noite;
  2. Perfume: ainda muito concentrado ( entre 15% e 20% de essência) também deve ser usado á noite;
  3. Eau de parfum“: a concentração de essência varia entre 10% e 15%. Apesar de ser mais diluído, o aroma ainda é forte pode ser usado durante o dia, mas em pouca quantidade;
  4. Eau de toilette“: versão mais leve, com concentração entre 3% a 7%. É ideal para usar em dias quentes e até durante a prática de esportes. “Eau de cologne”: concentração entre 3% e 5%. É o mais suave de todos.
VOCÊ VIU?  Montar um serviço de marchetaria, artesanato em madeira

Preparação de Perfumes

Para a preparação dos diferentes tipos de perfume, podemos partir das chamadas essências, diluindo-as em álcool ou fazendo uma solução alcoólica de concentração desejada diretamente com os princípios aromáticos, sob a forma de óleos essenciais.Designamos por essências as misturas elaboradas com princípios aromáticos ou fixadores e, em certos casos, com corantes.

Os princípios aromáticos, empregados nas chamadas essências, podem apresentar-se sob a forma de óleos essenciais, de essências propriamente ditas ou de tinturas; os fixadores, sob forma de resina, bálsamo, etc.; e os corantes são geralmente empregados sob a forma de soluções alcoólicas. Os extratos, loções, águas-de-colônia, etc.; são soluções alcoólicas dessas essências dos princípios aromáticos.

Dicas

  1. Na fabricação, experimentar as receitas em pequena escala (para preparar, em menor escala que a receita, dividem-se as quantidades indicadas por um número);
  2. Usar as substâncias indicadas para fabricação do perfume desejado, não as substituindo por outras mais fáceis de encontrar ou mais baratas; substituições só são aconselháveis quando se tenha comprovado a eficiência dessas essências, não resultando assim em prejuízo;
  3.  As quantidades, concentrações e outras características, como a densidade do perfume, etc., devem manter-se conforme orienta a receita, podendo variar somente quando a prática e o bom-senso assim o indicarem;
  4. Os perfumes devem ser conservados em frascos bem fechados, de modo que o contato com o ar não os oxide;
  5. Os frascos de perfume devem ser guardados em locais protegidos da claridade, a fim de não provocar alterações no aroma;
  6. Querendo experimentar um perfume, é melhor vaporizá-lo nas costas da mão ou no punho, lembrando que o aroma varia de pele para pele e que esta não deve ser molhada, mas apenas salpicada;
  7. Não se deve esfregá-lo, para não mascarar o aroma;
  8. Ao cheirar, não aproximar demasiadamente o nariz, pois um bom perfume se sente a certa distância e deixa um rastro;
  9. Nunca experimentar mais que três fragrâncias ao mesmo tempo.

Princípios aromáticos

São empregados na proporção de 2 a 10% e a proporção justa é determinada pela intensidade de odor do principio aromático (perfumes, muito penetrantes, fortes, suaves e fracos), pela concentração do princípio aromático (óleo essencial, essência, tintura), pelo tipo de produto que se deseja preparar (perfume de toucador, para lenços, etc.) e pela classe do produto (artigo fino ou vulgar).

Fixadores

São usados na proporção que oscila entre 0,1 e 0,5% e precisam preencher certos requisitos, tais como: serem perfeitamente solúveis em álcool e nos princípios aromáticos; serem empregados em concentração adequada; não terem odor que contraste ou prejudique os princípios aromáticos; e serem incolores ou pouco coloridos.

Solventes

São empregados em proporções que integralizem 100% com a porcentagem dos princípios aromáticos e fixadores. O álcool etílico, geralmente usado como solvente, precisa obedecer a certas condições, tais como: ser puro e retificado (isento de fusel); Ter concentração adequada, usualmente de 90º a 95º; e ser incolor e inodoro. A água usada como solvente, deve ser destilada ou proveniente do processo de extração com vapor. Uma vez escolhida a combinação dos princípios aromáticos e fixadores, processa-se à diluição a frio com o álcool na concentração adequada. A solução deve ser agitada, guardada em lugar fresco e meio escuro. Se a solução apresentar-se turva, trata-se com carbonato de magnésio, filtrando-se, em seguida, em papel-filtro comum.
Com estas informações e muita inspiração (em todos os sentidos)o empreendedor já pode começar a identificar novas orientações acerca deste promissor negócio.

Conheça algumas fórmulas para comercialização:

1) “Bouquet Classique”

Essência de rosa, 30 partes (volume); Essência de néroli, 20 partes (volume); Essência de bergamota, 15 partes (volume); Essência de cedro,10 partes (volume); Essência de pau-rosa, 10 partes (volume); Essência de âmbar, 8 partes (volume); Essência de gerânio, 8 partes (volume); Solução de musc ambreta a 20%,30 partes (volume); Solução de musk cetônico a 20%, 30 partes (volume); Tintura de benjoim, 80 partes (volume); Tintura de rosa, 50 partes(volume); Tintura de néroli, 50 partes(volume)
Álcool inodoro, 260 partes (volume).

VOCÊ VIU?  Perfumes - Saiba como fazer gastando pouco

2) “Bouquet de France”

Essência de bergamota,30 partes(volume); Essência de âmbar, 20 partes(volume); Essência de rosa, 15 partes(volume); Essência de néroli, 10 partes(volume); Essência de jasmim, 10 partes(volume); Essência de cássia, 10 partes(volume); Essência de íris, 6 partes(volume); Essência de verbena, 5 partes(volume); Essência de lavanda, 5 partes (volume); Essência de cravo, 3 partes(volume); Essência de cedro, 2 partes(volume);
Solução de musk ambreta a 20%, 60 partes(volume); Solução de vanilina a 10%, 40 partes(volume); Tintura de benjoim, 100 partes(volume); Álcool inodoro, 300 partes (volume).

3) Perfume “Chipre” Clássico

Essência de pau-rosa, 40 partes(volume); Essência de bergamota, 28 partes(volume); Essência de violeta, 10 partes(volume); Essência de limão, 5 partes(volume); Essência de crisântemo, 5 partes(volume); Essência de ilangue-ilangue, 5 partes(volume);
Essência de rosa, 5 partes(volume); Essência de cravo, 5 partes(volume); Acetato de linalila, 5 partes(volume); Essência de heliotrópio, 5 partes(volume); Solução de musc cetônico a 20%, 70 partes(volume); Solução de vanilina a 10%, 50 partes(volume);
Solução de bálsamo de Tolu, 50 partes(volume); Tintura de fava cumaru, 200 partes (volume); Tintura de benjoim, 80 partes(volume); Álcool inodoro, 50 partes(volume).

4) Perfume “Flor de Primavera”.

Óleo de rosa, 5 partes; Tintura de violeta, 25 partes; Tintura cássia, 25 partes; Óleo de Bergamota, 8 partes; Tintura de âmbar, 50 partes.

Legislação Específica, Entidades e Fornecedores

Legislação

  • . Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976, publicada no D.O. DE 24/09/76 –  Dispõe sobre a vigilância a que ficam sujeitos os medicamentos, as drogas, os insumos farmacêuticos e correlatos, cosméticos, saneantes e outros produtos e dá outras providências como por exemplo, requisitos para registro;
  • Lei nº 9.872, de 26 de janeiro de 1999, criou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, orgão responsável pela fiscalização, vinculado ao Ministério da Saúde. (Toda a legislação deste setor está disponível no site da Agência, que consta nesta resposta técnica).

Entidades

Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária
http://www.anvisa.gov.br

Abipla – Assoc. Bras. Ind. Prod. de Limpeza e Afins
http://www.abipla.org.br

Fornecedor de fitas de tafetá e cetim

Skill Fitas e Etiquetas
http://www.skillfitas.com.br

 

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Receba vagas e artigos no email. É grátis!

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

1 Comment

  1. Manoel Oak

    outubro 4, 2015 at 4:15 am

    Olá,
    Informações – Com essa área de 15m2 e investimentos de 15 mil. Qual a expectativa de produção mensal por unidade, considerando o horário normal de trabalho (8 horas/dia)
    Sds
    Manoel Oak

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *