Ideias de Negócios

Como montar Agência de Viagens e Turismo – Passo a Passo

 

 

 

By  | 11/12/2017

Saiba como montar uma Agência de Viagens e Turismo lucrativa gastando pouco e sem cometer erros. Aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

FICHA TÉCNICA
Setor da Economia: Terciário
Ramo de Atividade: Prestação de Serviços
Tipo de Negócio: Agência de Turismo Receptivo

Agência de turismo receptivo

Histórico

A indústria, que durante anos foi a principal fonte de dinheiro, perdeu lugar para o setor de prestação de serviços. Dentro desse novo cenário, o turismo despontou como um negócio excelente que movimenta bilhões de dólares em receita em todo o mundo. A prestação de serviços de turismo receptivo é hoje uma das atividades mais atrativas do setor terciário. A verdade é que o foco dos grandes investimentos mundiais está mudando de direção.

Mercado

Essa nova indústria já rende mais do que a farmacêutica e está chegando perto de setores gigantes como informática e telecomunicações. Esse boom no turismo está acontecendo porque as pessoas, principalmente as que moram nos países em desenvolvimento, resolveram sair da toca e conhecer o mundo. O crescimento deste mercado é uma excelente notícia não só para quem está ligado diretamente ao negócio, como os hotéis e as empresas de transporte, mas também para outros cinquenta setores da economia que estão indiretamente envolvidos.
Por todo esse impacto, o turismo está sendo considerado o maior empregador mundial da atualidade. De cada nove trabalhadores no mundo, pelo menos um está ligado a esse segmento.

Estrutura

Para a abertura de uma agência é necessário ter uma estrutura mínima de 50m².

Equipamentos

Os equipamentos básicos são:

  • Móveis e materiais de escritório;
  • Telefones, computadores, etc.

Pessoal

O quadro funcional de uma agência, dependerá da estrutura da agência, sendo que para iniciar o empreendimento pode-se funcionar com apenas um funcionário nas funções de emissor de passagens e atendente. Em casos assim o empreendedor deve se dedicar integralmente à empresa. Em empresas maiores os funcionários podem ser polivalentes, ou seja, podem fazer reservas, emitir passagens, negociar descontos e atender clientes.
Ter pessoal capacitado na equipe é fundamental, além de:

  • Ter boa aparência, desenvoltura, bom nível cultural;
  • Falar de preferência mais de um idioma;
  • Ser pontual, para que a empresa possa prestar um serviço de qualidade e bom atendimento.
VOCÊ VIU?  Como fazer sacos de lixo - Montar fábrica de sacos de lixo

Serviços

A diversificação nos serviços oferecidos é de fundamental importância, existem várias modalidades de turismo que podem ser explorados, tais como:

  • Turismo Rural – tem como segmento o agroturismo, visa levar o turista a conhecer a zona rural;
  • Turismo Ecológico – voltado para passeios ligados a natureza;
  • Turismo Étnico – voltado para promover intercâmbio entre os grupos étnicos (Portugueses, Italianos, Alemães..);
  • Turismo Cultural – visitas aos pontos culturais, da região;
  • Turismo da Melhor Idade – organizar passeios/visitas voltadas para terceira idade.

Requisitos básicos

Hoje existe uma definição exata de como esse tipo de negócio é operacionalizado dentro do vasto mercado turístico com expectativas bastante promissoras para o ramo de turismo receptivo. Contudo, é necessário observar uma série de requisitos básicos, começando por um bom planejamento do negócio, alem de:

  • Conhecer bem o mercado – concorrentes;
  • Conhecer o núcleo turístico receptor, seja o Estado e o município – recursos naturais, culturais,históricos, infra-estruturas turística e básica, serviços e calendário de eventos;
  • Conhecer o perfil do turista que visita o núcleo – através de pesquisa de turismo receptivo;
  • Utilizar o inventário da oferta turística – documento do conjunto de atrativos, de serviços turísticos, de infra-estrutura e de equipamentos, para que se possa conhecer a real situação dos núcleos, ordenando de forma correta sua exploração, otimizando a utilização de seus recursos naturais e culturais, sem sobrecarregar o seu limite de ocupação;
  • Conhecer perfis e outras fontes para montagem dos roteiros;
  • Identificar o seu público-alvo;
  • Se especializar (a agência) em determinada modalidade de turismo (ecológico, 3ª idade, religioso, cultural, agroturismo, negócios, etc.) para diferencial do serviço dos concorrentes;
  • Ter preços competitivos e compatíveis com o mercado;
  • Possuir veículos bem equipados e seguros;
  • Ter boa rede de contatos.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;
– Registro no Sindicato Patronal;
– Registro da empresa turística na EMBRATUR / Brasília;
– Filiação à ABAV (para concessão de carta de capacitação técnica);
– Registro no Sindetur – opcional;
– Registro do meio de transporte ou frota de ônibus/carro no DER (Departamento Estadual de Rodagem) – no caso de trânsito em estradas estaduais do Espírito Santo (ver Registro Especial), e no DNER (Departamento Nacional de Estradas e Rodagem) para o caso de transporte e circulação em estadas interestaduais.

VOCÊ VIU?  Ganhe dinheiro com mala direta

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.

Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

Para maiores informações sobre a legislação consultar o site da Embratur.

Registro Especial

A primeira condição para uma agência de viagens funcionar legalmente é registrá-la, como qualquer empresa de natureza comercial, na Junta Comercial do Estado em que está sendo instalada.
Após registro na Junta, a sua empresa deverá obter o cartão CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CGC) – na Receita Federal (este documento é necessário para adquirir o alvará de licença expedido pela Prefeitura Municipal).
A partir de então, a empresa providenciará seu registro junto à Instituto Brasileiro de Turismo – EMBRATUR, geralmente, cada estado possui uma entidade que responde pela EMBRATUR.

No Espírito Santo, os interessados poderão obter os formulários necessários e maiores informações na Secretaria de Turismo do Espírito Santo. Para obter o registro, basta apresentar a documentação legal da empresa, preencher alguns formulários e pagar uma taxa para adquirir o certificado (que deve ser renovada a cada ano).

É interessante, também, que a empresa se cadastre no SNEA – Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias. A agência que não se associar a esse Sindicato não consegue cadastro para pleitear crédito junto às companhias aéreas. E crédito é vital para uma pequena agência, já que as operações de compra de passagens envolvem grandes somas de recursos e prazos curtíssimos de pagamento.

VOCÊ VIU?  Entrevista de emprego, saiba como se destacar

Entidades

BRAZTOA – Associação Brasileira das Operadoras de Turismo: http://braztoa.com.br
EMBRATUR – Instituto Brasileiro de Turismo: http://www.embratur.gov.br
ABAV – Associação Nacional das Agências de Viagens: http://www.abav.com.br
SNEA – Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias: http://www.snea.com.br

 

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Receba vagas e artigos no email. É grátis!

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *