Ideias de Negócios

Como montar empresa de produtos derivados de pescados

By  | 

Ganhe muito dinheiro com produtos de pesca. Saiba como montar empresa de produtos derivados de pescados com pouco dinheiro e sem cometer erros, aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Produtos derivados de pescados

A industrialização do pescado se faz através de cortes especiais de sua carne, apresentando-o como filés ou postas. No enlatamento de suas partes, com preparos especiais. No processamento de resíduos de carnes, dando origem a produtos similares àqueles feitos com a carne bovina (embutidos, hamburgueres, pastas, etc).

Dos resíduos finais, as carcaças, escamas e vísceras são transformadas em farinhas de peixe, de alto valor nutritivo e que são utilizados no preparo de rações balanceadas para aves, animais, peixes e camarões.O pescado que possui pele, está sendo dedicado um tratamento especial, pois sua pele está sendo transformada em couro com inúmeras aplicações.

Em várias regiões do Brasil, já encontram-se à venda os produtos triturados do pescado. Destes, alguns se apresentam sem muitas misturas e outros são preparados com requintes de especiarias.Em restaurantes industriais, são servidos pratos com filés de merluza, provenientes do Estado de São Paulo, que são, na realidade, carne triturada de merluza e que tem boa aceitação.

Estão ofertando em supermercados o KANI (pata de caranguejo) importados do Chile e da Coréia, que são feitos de carne de peixe branco com amido de trigo e milho, óleo de soja, clara de ovo, carbonato de cálcio, vinho de arroz e corante, que são produtos clonados dos autênticos KANI KAMA, que é a carne prensada das patas de caranguejo, tão apreciada no Japão.

Proveniente da Argentina, a Pesqueira Santa Helena trouxe para Vitória o KANI KAMA SALAD, que é um preparado de peixe contendo massa de peixe branco, água, amido açúcar, saquê, sal e extrato de caranguejo, com um ressaltador de sabor: glutamato monossódico. Este produto vendido congelado, apresenta em sua embalagem quatro receitas para o preparo do KANI KAMA, que são provenientes de peixes triturados e prensados. São preparados para serem servidos das mais variadas maneiras: quentes, frios, crus, temperados com molhos diversos, puros ou misturados em saladas ou pratos quentes. Na verdade, podem ser preparados para servirem a qualquer paladar.

Com este quadro, o processamento do pescado, através de suas diversas técnicas, é por si só, uma excelente identificação de oportunidade.

A implantação de uma fábrica para o processamento do pescado deve ser realizada por empreendedores que conheçam todos os aspectos de como trabalhar a carne do pescado. Devem dominar, também, as técnicas de como preparar a apresentação dos produtos ao mercado, evitando as possíveis restrições, inerentes a quaisquer atividades novas.

Os produtos processados do pescado, quando lançados no mercado, irão mexer com os hábitos alimentares da população. Fatores como a qualidade e sabor deverão ser ressaltados na apresentação do produto que deverá contar com um bom sistema de distribuição e atendimento ao consumidor.

VOCÊ VIU?  Como montar serviço de Alimentos Congelados - Passo a Passo

A apresentação dos diversos produtos processados como: fishburgers, almôndegas e quibes, devem ser feitas em embalagens de boa apresentação visual, com o cuidado de apresentarem sugestões, através de receituários específicos, das várias maneiras de prepará-los, transformando-os em múltiplas aplicações culinárias.

O impacto pela apresentação de um produto novo sempre é visto com reserva, até que acontece a primeira prova . Satisfazendo ao paladar e, evidentemente, a um custo razoável, os produtos triturados do pescado poderão concorrer com os similares bovinos, resguardando os sabores e aromas típicos dos pescados.

Os produtos que forem processados por uma fábrica que pretende triturar o pescado e promovê-lo em vendas diretas ou apoiado por uma rede de distribuição, não ficará restrito aos limites do Estado. Deverá rapidamente alcançar os Estados limítrofes, uma vez que seu produto deverá apresentar vantagens frente ao preço do peixe filetado ou em postas da mesma espécie. Com a vantagem de ser um produto isento de espinhos, que normalmente causa um certo receio ao consumidor.

O empreendedor deverá preparar seus produtos, tornando-os mais acessíveis quanto ao poder aquisitivo.

Uma gama razoável de pessoas já provaram os produtos triturados, prensados de peixe branco, e até mesmo se alimentam frequentemente em restaurantes industriais das empresas, e que são potenciais para auxiliarem a transferirem o hábito para seus familiares, desde que os mesmos sejam encontrados à venda em seus habituais supermercados.

Localização para fabricar produtos derivados de pescado

A localização de uma fábrica para o processamento do pescado deve ser contemplada com um projeto que contenha espaços para as seguintes atividades:

  • Recepção e seleção do pescado;
  • Áreas para a produção: lavagem, trituração, moldagem, embalagem e armazenamento;
  • Área para câmara frigorífica;
  • Área para o apoio administrativo e vestiários, sanitários e refeitório.

A indústria para o processamento do pescado deverá ser localizada, preferencialmente, nas proximidades de entrepostos de pescados, e que tenha água em abundância, energia elétrica, esgoto e telefone, necessários ao empreendimento.

Como fazer

O projeto deverá conter o detalhamento de como serão tratados os efluentes gerados pelo processo produtivo, isto porque ele deverá tramitar pela Secretaria do Meio Ambiente .

A higiene e o asseio serão fatores indispensáveis ao fator qualidade e que deverão acompanhar todas as etapas do processo produtivo.

A qualidade deverá ser desenhada, a partir do trato da matéria prima até a etapa final do preparo dos produtos. A homogeneização da textura da massa, da sua coloração serão observados como fatores de validade dos produtos. Evitar perdas no processo fabril será uma das metas do processo de fabricar com qualidade. Os cuidados ao embalar deverão ser observados, pois qualquer marca será transmitida ao produto final, pois após o congelamento as formas serão mantidas.

Registro Especial

O empresário interessado em ingressar no ramo de alimentos, deverá informar-se a respeito dos registros necessários para sua legalização. A entidade onde será efetuado o registro variará de acordo com o objetivo principal da empresa e a abrangência geográfica do mercado onde irá comercializar seu produto.

VOCÊ VIU?  Como montar empresa de Reciclagem de Entulhos

O primeiro registro para o funcionamento de uma indústria de alimentos deverá ser feito na Junta Comercial do Estado em que está sendo instalada. Após o registro na Junta, a empresa deverá obter o cartão CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (antigo CGC) – na Receita Federal.

Para comercialização dentro do município onde está instalado, basta efetuar o registro na vigilância sanitária do município (quando houver).

Sites afins

SP Pescados:http://www.sppescados.com.br/produtos/pescada‎
Supreme Pescados:http://www.supremepescados.com.br
Merluza Empanada‎: http://www.gomesdacosta.com.br/merluza‎
Pacífico Pescados: http://www.pacificopescados.com.br

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

1 Comment

  1. Uniprof, cooperativa

    dezembro 2, 2015 at 10:54 pm

    Boa noite. preciso de um orcamento de equipamentos para montar uma fabrica de processamento de pescado. queremos produzir produtos alimenticios a partir do peixe de agua doce. obrgigado

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *