Ideias de Negócios

Como montar uma Creche Berçario – Passo a Passo

 

 

 

By  | 24/06/2018

Saiba Como montar uma Creche Berçario lucrativa gastando pouco e sem cometer erros. Ganhe muito dinheiro com estabelecimento de Educação Infantil para crianças de zero a três ano. Aprenda tudo: investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Creche

FICHA TÉCNICA
Setor da Economia: Terciário
Ramo de Atividade: Educação
Tipo de Negócio: Estabelecimento de Educação Infantil para crianças de zero a três anos.

Apresentação

A escassez de mão-de-obra doméstica confiável, as mudanças verificadas na estrutura familiar nos últimos anos, as alterações do espaço físico de moradias nas cidades de grande e médio porte e, principalmente, a maior participação da mulher no mercado de trabalho, abriram espaço promissor para empreendedores interessados em explorar um ramo de atividade muito especial, a creche, que consiste em um tipo de empresa com características muito peculiares, pois tem como objetivo social a prestação de serviços à família, além de estar voltada para a socialização complementar a da família e que atende a crianças sadias de zero a três anos.

Mercado

O consumidor dos serviços de uma creche é uma pessoa que, responsável por uma família, necessita trabalhar em atividades que a impedem de cuidar das crianças, exigindo desta maneira o melhor para estas. Desta forma o empreendedor deve estar ciente que o componente determinante deste mercado, está mais relacionado com a confiança do cliente do que com os seus preços cobrados.

Estrutura

As creches deverão contar, obrigatoriamente, com instalações e equipamentos adequados, como por exemplo:

– Sala para administração e equipe técnica;
– Berçário com área própria para estimulação de bebês;
– Sala de atividades múltiplas (recreação, repouso e refeição);
– Solário ou local de recreação descoberto, preferencialmente com vegetação natural;
– Sanitários para as crianças;
– Cozinha e lactário;
– Vestiário e sanitário para funcionários.

Equipamentos básicos

– Equipamentos para a área administrativa (móveis e utensílios de escritório, computadores, fax, telefone..);
– Móveis e utensílios para o berçário (mesas, berços, bebê conforto..);
– Brinquedos pedagógicos;
– Móveis e utensílios para a cozinha, etc.

Investimentos

Os investimentos variam de acordo com a estrutura a ser adotada pelo empreendedor, sendo desta forma em torno de R$ 110 Mil.

Pessoal

Existe a obrigatoriedade de que a direção das creches seja feita, por profissionais técnicos na área de educação, assessorados por uma equipe técnica em que cada profissional será responsável pela respectiva área de atuação:

– Médico-pediatra;
– Nutricionista;
– Recreadores (deverão estar em nível de 2º grau);
– Auxiliares de creche (deverão estar em nível de 1º grau)´;
– Funcionários administrativos e de limpeza em geral…

Importância da creche

A importância das creches está na oportunidade que atividades educacionais desenvolvidas até os 6 anos podem proporcionar. É que é nessa faixa etária que se desenvolvem os bilhões de neurônios que o indivíduo usa pelo resto da vida.

A creche tem como objetivo de proteger, propiciar cuidados integrais de higiene, alimentação, educação e saúde, de forma que sejam atendidas as necessidades biopsicosociais da criança, dentro de um clima afetivo, com cuidados mais individualizados possíveis.

VOCÊ VIU?  Montar uma escola de educação Infantil. Passo a Passo

Processo de trabalho

Em uma creche as crianças podem ficar em período integral ou meio período.

As crianças são agrupadas por idade, uma vez que seus interesses e necessidades mudam conforme seu crescimento, essa divisão facilita a programação das atividades mais adequadas a cada faixa etária.

É importante estabelecer critérios flexíveis na divisão dos grupos, já que cada criança tem um estilo e um ritmo próprio de desenvolvimento.

Alguns exemplos de atividades que podem ser desenvolvidas na creche:

– repouso (principalmente dos menores);
– alimentação;
– música;
– leitura de estórias, etc..

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

Se faz necessário que o empreendedor tenha conhecimento de algumas leis que regem tal atividade, tais como:

– A nível municipal. (Varia de município para município)
LEI Nº 4.747/98. Institui o Sistema Municipal de Ensino do Município de Vitória.
– A nível estadual.
LEI Nº 4.407/90. Institui a Política de Creches em todo o Estado do Espírito Santo, além da Resolução CEE n° 58/95, publicada no Diário Oficial do Estado em 30 de maio de 1995 – Consolidação e Atualização das Resoluções do Conselho Estadual de Educação..
– A nível federal.

LEI N° 9.394/96. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional (LDBE), merecendo destaque a educação infantil, impondo a necessidade de que uma regulamentação em âmbito nacional, estadual e municipal sejam estabelecidas e cumpridas de modo a garantir padrões de qualidade no atendimento em creches e pré-escolas, ficando definido:
– Creches, ou entidades equivalentes, para crianças de até 3 anos de idade;
– Pré-escolas, para crianças de 4 à 6 anos de idade.

Registro Especial

Para a abertura de creches e escola infantil é preciso de uma autorização de funcionamento e supervisão da Secretaria de Estado de Educação, Todas as instituições de educação infantil devem ser autorizadas pelo menos 120 dias antes da data prevista para o início da atividade, devendo montar um processo cumprindo algumas exigências, tais como: plano de educação; propostas pedagógicas; relatório com prova de habilitação profissional (é exigido que o diretor tenha curso de pedagogia com habilitação em administração escolar) ; condições do prédio; alvará de funcionamento da prefeitura e do corpo de bombeiro, etc.. A Secretaria de Estado de Educação vai efetuar a fiscalização para verificar se tudo o que foi relatado no processo, procede. Procedendo a verificação, é encaminhado relatório para o Conselho Estadual de Educação providenciar a autorização.
A empresa deverá, também, procurar a Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde para obter o Alvará de Licença Sanitária,

VOCÊ VIU?  Como abrir serviço de montagem de palcos, passarelas, estandes

Entidades

MEC – Ministério da Educação e Cultura: http://www.mec.gov.br/
ASBREI – Associação Brasileira de Educação Infantil: http://www.creche.com.br/

Referências:

SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

1 Comment

  1. WALTER EUSTÁQUIO DE OLIVEIRA

    agosto 16, 2016 at 9:15 pm

    Parabéns muito ÚTIL A SOCIEDADE.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *