Ideias de Negócios

Como montar uma Livraria gastando pouco

 

 

 

By  | 10/12/2017

Saiba como montar uma livraria de sucesso, gastando pouco e sem cometer erros. Aprenda tudo:  investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Livraria

FICHA TÉCNICA:
Ramo de Atividade: Comércio e serviços (se houver)
Setor da Economia: Terciário

História

Há séculos os livros fazem parte da vida das pessoas, assumindo os mais diversos papéis: excelente companheiro, fonte de conhecimento e de reflexão, propagador de ideias, meio de vida para aqueles que escrevem, editam, comercializam.
O pensamento corre mundo através da palavra escrita há 5.000 anos. Primeiro pelas tapuias de argila da Mesopotâmia, pelos rolos de papiro do Egito, e pelos pedaços de cadeira e tiras de seda da China. A Antiguidade Clássica registrou o pensamento dos seus poetas, dramaturgos e filósofos nos volumens , longas tiras de papiro enroladas. Depois veio o pergaminho (base para escrita feita do couro curtido de animais), em substituição aos primeiros materiais, e o códice – conjunto de folhas superpostas e costuradas ou presas do lado, semelhantes à atual forma do livro, que se impuseram no Ocidente ao iniciar-se a Idade Média.
O papel, material de fibra vegetal desenvolvido pelos chineses, só chegou à Europa no século X, pelas mãos dos conquistadores árabes. E seu uso ainda levou quinhentos anos até ser disseminado, graças a Gutemberg, que o utilizou como base para a reprodução e multiplicação do livro – até então manuscrito – através da impressão.

Mercado

O mercado de livros ainda tem muito para crescer, especialmente quando o país concentra esforços e recursos nos programas de educação.
Os empresários do setor têm lutado muito em busca de alternativas para superar as crises econômicas e ficam à espera de políticas de incentivo à leitura. A diversificação de estoques, com a venda de produtos correlatos – como periódicos e material de papelaria, a criação de salas de leituras, clubes de livros e pontos de encontro, com cafés e drinques no espaço da livraria, além de promoções como lançamentos e noites de autógrafos, são algumas das saídas encontradas pelos empresários para estimular as vendas. O resultado dessa insistência é que o mercado de varejo de livros está bastante dinâmico e competitivo e relativamente sofisticado, o que exige uma ação empresarial eficaz.

VOCÊ VIU?  Como montar uma Papelaria

Investimento

O investimento inicial é composto, basicamente, do investimento fixo mais capital de giro. Considera-se capital de giro os recursos necessários para a aquisição do estoque inicial, para o pagamento dos primeiros custos administrativos e da folha de pagamento (custos fixos e mão de obra direta) e de despesas diversas, como registro e regularidade da empresa, divulgação e marketing e outras que não foram previstas.
Ao resultado da soma desses custos acrescente mais 10%, a título de reserva técnica para cobrir despesas eventuais ou imprevistas.

Localização

Encontrar um bom ponto é um desafio para todo empresário de qualquer ramo. As livrarias exigem locais ainda mais especiais, onde atinjam uma clientela de bom poder aquisitivo e estejam num ponto de passagem privilegiado dos consumidores. Mas que lugar é este? Na hora de escolher a localização da não confiar apenas na intuição, consultores especializados no assunto dizem que o melhor mesmo é seguir critérios científicos, que podem poupar tempo e dinheiro do empreendedor.
No caso das livrarias, elas devem estar no caminho do consumidor. Se optar por um bairro, ele deve ser de classe média ou alta. As outras alternativas são os centros comerciais, shoppings, aeroportos ou locais nas vizinhanças de universidades, grandes centros de pesquisa ou de concentração de escolas. Em qualquer desses pontos, a loja deve ser de fácil acesso e num local de grande fluxo de pedestres.

Mão de obra

O elemento humano, como em qualquer empresa, é de fundamental importância para o sucesso da livraria. Como este ramo de comércio não exige apenas um bom vendedor, esbarra-se com um problema frequente nesse tipo de negócio: a falta de pessoal qualificado.
O funcionário que faz o serviço de atendimento ao público deve estar preparado para prestar informações sobre os livros, sugerir e assessorar na escolha do consumidor. Ele deve gostar do que faz e de conviver com livros.
Deve-se fazer um cuidadoso processo de seleção, entrevistando vários candidatos antes de se decidir pela contratação de um funcionário. Além da boa aparência e de um bom nível de instrução, é importante que ele demonstre interesse pelo livro e disposição de aprendizado. Uma pessoa com essas características poderá receber treinamento na própria livraria.

VOCÊ VIU?  Montar um serviço de Despachante gastando pouco

Equipamentos

Em termos de mobiliário para o salão de vendas, precisa-se basicamente de prateleiras, pequeno balcão, estantes expositoras, móvel para revistas e periódicos, balcão caixa, móvel para o CD-ROMs, etc. Dificilmente encontrará no mercado móveis prontos, que se adaptam às suas necessidades. O ideal é que eles sejam desenhados e encomendados a um bom marceneiro.

Fornecedor

Se existe um aspecto simples na montagem de uma livraria, é a relação com os fornecedores. O mercado brasileiro é muito organizado e abastecido por mais de mil editoras, das quais 10% consideradas de grande porte. Poucas dessas editoras vendem seus produtos diretamente aos donos de livraria. A maioria entrega esta tarefa a distribuidores especializados, o que facilita o trabalho do livreiro. Através de um único fornecedor, o varejista pode ter acesso a todos os títulos disponíveis no mercado.
Porém, é válido lembrar que nas editoras, as grandes livrarias (que possuem redes de lojas), tem um poder de negociação muito forte, estas chegam a conseguir até 70% de desconto junto as editoras.

Alternativa de negócio

Aliar à boa leitura um café e a possibilidade de comprar produtos de papelaria, um CD ou DVD é uma excelente alternativa. Grandes redes de livrarias aderiram ao mix de produtos afins e a combinação está dando muito certo.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;
– Registro no Sindicato Patronal;
O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar sua Livraria para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990), como também conhecer a Lei dos Direitos Autorais (LEI Nº 9.610 DE 19.02.98).

VOCÊ VIU?  Como montar uma editora

Sites afins

SNEL – Sindicato Nacional dos Editores de Livros: http://www.snel.org.br
ANATEC – Associação Nacional dos Editores de Publicações Técnicas: http://www.anatec.org.br
Ministério da Educação e Cultura:
Livraria na Amazon: http://www.amazon.com.br/livros‎
Livraria Martins Fontes Paulista‎:
Livraria da Folha: http://www.livraria.folha.com.br
Livraria Cultura: http://www.livrariacultura.com.br

 

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Artigos relacionados: livraria online, livraria leitura, livraria galileu, livraria catarinense, livraria martins fontes, livraria evangélica, livraria da vila, livraria virtual.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Receba vagas e artigos no email. É grátis!

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *