Ideias de Negócios

Como montar uma loja de informática e montagem de computadores

 

 

 

By  | 22/10/2017

Abrir ou montar loja de informática e montagem de computadores de sucesso, sem cometer erros. Aprenda tudo: investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Ficha Técnica
Setor da Economia: Terciário
Ramo de Atividade: Comércio e Prestação de Serviços
Tipo de Negócio: Loja de Informática e Montagem de Computadores
Produtos Ofertados/Produzidos: Comercialização de produtos de informática e montagem de computadores

Lojade informática e montagem de computadores

Nesse empreendimento a empresa comercializa produtos de informática, além de comprar  peças, montar e vender os computadores. A oficina e a loja devem contar com bons profissionais e oferecer garantia e assistência técnica para os computadores montados e vendidos. O empreendedor deverá conhecer ou ter um conhecimento mínimo deste tipo de mercado.

Mercado

O mercado brasileiro no setor de comercialização de produtos de informática e montagem de computadores é diversificado e em ascensão, comparável ao dos países mais desenvolvidos, porém, com muito potencial a ser explorado e que vem se apresentando cada vez mais promissor. Os investimentos em novos projetos são constantes, criando equipamentos cada vez mais diversificados e ao mesmo tempo mais sofisticados. Desta forma o empreendimento terá que estar muito bem focado, com metas bem definidas e com planos de trabalho rigorosamente respeitados pelos integrantes da equipe.
Alguns fatores que impulsionam o mercado: queda do preço ao consumidor final; maior oferta de programas acessíveis a usuários inexperientes; maior divulgação e diversificação na aplicação da informática; associação da informática à imagem de modernidade e eficiência e a abertura à importação.

Estrutura

A estrutura básica do imóvel deve ser dividida em duas partes: uma para a exposição dos equipamentos e dos produtos, e outra destinada a área de manutenção e montagem dos computadores.
Não se pode esquecer de se criar um espaço visualmente limpo , moderno , racionalmente organizado.

Equipamentos básicos

  • Material de imobiliário (prateleiras, móveis para o escritório, etc);
  • Material de expediente;
  • Computadores, fax e telefones;
  • Material utilizado para a montagem e manutenção dos equipamentos, tais como placas, chips, processadores, discos rígidos, fontes de alimentação, cabeamento, plugs, etc.

Mão de obra

O número de funcionários irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, sendo que este deve contar com vendedores, técnicos e auxiliares.

Produtos

Os produtos comercializados neste empreendimento podem variar de acordo com a tendência do consumidor, mas pode-se iniciar com produtos como mídias magnéticas (disquetes), mídia ótica (CD-ROM), formulários contínuos, etiquetas, fitas, cartuchos para impressoras, games, vídeos didáticos, mobiliário, softwares, acessórios, equipamentos e periféricos de informática, etc.

VOCÊ VIU?  Representante Comercial, saiba como montar sua representação

Fornecedores

Para realizar as compras, o empreendedor disporá de um grande número de fornecedores, podendo recorrer a atacadistas ou fabricantes de médio e grande porte.

Estoque

Deve-se iniciar o negócio com estoque reduzido e diversificado, uma pequena quantidade dos suprimentos mais consumidos deverá estar sempre presente e, a partir da definição do público alvo, serão determinados os produtos de maior procura. É fundamental que o empreendedor mantenha-se informado sobre as novidades da área.

Exigências

O bom ponto, a correta administração, a adequada formação e manutenção do estoque, o atendimento e serviço cativante, um eficiente programa de marketing, além é claro de bons profissionais que cuidam da montagem e manutenção dos computadores completam a lista de exigências para que um projeto promissor se transforme num negócio rentável.

Observações importantes

  • Este empreendimento deve ser dirigido por dois sócios. Um que se ocupe especificamente da parte administrativa e outro que acompanhe passo a passo tudo o que acontece no setor. O ideal é que este último seja um poço de informação : que leia as publicações especializadas, participe de feiras e congressos e esteja em contato frequente com os fornecedores;
  • O ideal é tentar cadastrar-se como representante dessas empresas ou, no mínimo, como revendedor autorizado. As peculiaridades desse artifício variam de empresa para empresa;
  • A compra dos produtos de revendedores e/ou atravessadores devem ser vista com restrições, procurando-se, sempre, adquirir materiais originais, atentando-se para as falsificações, que são muitas, sendo isso de suma importância para se garantir a confiabilidade e padronização dos equipamentos montados, mantendo-se a confiança dos clientes finais, facilitando-se a reposição de peças e o “upgrade” dos mesmos por versões atualizadas;
  • Uma das saídas para se evitar o fracasso é não fazer estoque grande. Os produtos têm renovação rápida e os preços caem de uma mês para o outro. O aconselhável e escolher bem os parceiros, dando preferência àqueles que honram os compromissos, cumprindo prazos, atendendo a pedidos de materiais e facilitando os pagamentos. Ficar atento às novidades em equipamentos e acessórios e tirar proveito da Internet para o negócio é indispensável para se garantir o atendimento à clientela que, impreterivelmente, é conhecedora de detalhes em informática e exige qualidade;
  • A facilidade de se comprar computadores diretamente das grandes empresas multinacionais, com pagamentos facilitados e garantia de originalidade das peças, assistência técnica globalizada, agregado de sofwares e outros serviços, pode vir a ser um grande obstáculo ao sucesso desse tipo de empreendimento, tendo em vista que muitos consumidores, atualmente, baseando-se nos argumentos acima, têm uma certa relutância em acreditar na confiabilidade dos equipamentos montados.
VOCÊ VIU?  Pão de Queijo - Saiba como fazer gastando pouco

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).
O futuro empreendedor deve ter conhecimento de algumas leis que regem este setor, tais como:
– LEI Nº 9.609/98 (Lei de Programa de Computador). Promulgada em 19/02/98, substitui a Lei 7646/87, entrou em vigor na data de sua publicação,dando liberdade de produção e comercialização de softwares de fabricação nacional ou estrangeira.
Também comete crime o comerciante que importar, expor ou manter em estoque programas estrangeiros que não tenham sido registrados na SEPIN – Secretaria de Política de Informática e Automação, órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Para eles, a lei prevê pena de detenção de até quatro anos, além de multa.
– LEI Nº 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais). Substituiu a Lei 5988/73, assegura a integral proteção dos direitos dos seus autores e estabeleceu penas rigorosas a quem viole esses direitos. Assim, piratear programas de computador se tornou crime, passível de pena de seis meses a dois anos de prisão.
– LEI Nº 10.176/2001 (Lei de informática). Dispões sobre a capacitação e competitividade do setor de tecnologia da informação.

INPI:
O Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI, autarquia federal vinculada ao Ministério da Indústria, Comércio e Turismo é o orgão responsável pelos registros dos programas de computador. Para que possa garantir a exclusividade na produção uso e comercialização de um programa de computador, o interessado deve comprovar a autoria do mesmo, estando portanto revestido de grande importância o registro no INPI.

Sites afins

ASSESPRO – Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia de Informação: http://www.assespro.org.br
SEPIN – Secretaria de Política de Informática e Automação (Mistério da Ciência e Tecnologia): http://www.mct.gov.br
ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software: http://www.abes.org.br
INPI -Instituto Nacional de Propriedade Industrial: http://www.inpi.gov.br
LJ Informática: http://www.ljsuprimentos.com.br
Fcshop Informática‎: http://www.fcshop.com.br
Kabum Informática: http://www.kabum.com.br
Montagem de Computador: http://www.cursos24horas.com.br

VOCÊ VIU?  Isopor - Saiba como fazer

 

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Artigos relacionados: kalunga, produtos de informática para revenda, lista de produtos de informática, produtos de informática atacado, americanas, fornecedores de produtos de informática, produtos de informática mais vendidos, ncm produtos de informática, esquisas relacionadas a montagem de computadores, simulador de montagem de pc, montagem de computadores passo a passo, venda de computadores, apostila montagem de computador, montagem de computadores pdf, montagem de computadores online, vídeos montagem computador.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Receba vagas e artigos no email. É grátis!

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *