Administrativa

Vaga administrador de rede, Rio de Janeiro

By  | 26/03/2017

Está precisando de dinheiro? Conheça a empresa Americana que paga entre U$ 2 a 15 mil dólares por trabalho realizado no Brasil. Faça o cadastro e receba informações!

Vaga administrador de rede para centro do Rio de Janeiro, RJ

Requisitos:
Formação superior completa em Sistemas de Informação, Engenharia da computação ou Gestão de TI.
Mínimo de 5 anos de experiência nas responsabilidades descritas.
Desejável pós-graduação ou especialização na área de governança de TI.

Conhecimentos necessários:
· Ambiente de Correio Eletrônico
· Ambiente de Servidores Windows e UNIX
· Redes de Dados Cisco
· Elaboração de RFP
· Processo de continuidade de negócio
· Modelos de licenciamento de software
· Modelos de outsourcing de TI
· Contratos de TI
· Segurança da informação
· Conhecimento da metodologia ITIL
· Cobit
· Inglês técnico

Atividades:

Planejamento de Infraestrutura Tecnológica e de Telecom; Administração de Projetos; Aquisição e Manutenção da Infraestrutura Tecnológica e de Telecom; Planejamento e Implementação das mudanças de TI e Telecom; Manutenção e Monitoramento da Capacidade e Desempenho; Negociação e mantenção dos contratos de TI.

Local de Trabalho: Centro – Rio de Janeiro – RJ

Faixa: R$ 5.500,00 a R$ 6.500,00

Benefícios: Vale Transporte + Assistência Médica e Odontológica + Vale Refeição (24,00) + Vale Alimentação (415,00) + Auxílio Creche + Auxílio Babá + Previdência Privada + Seguro de Vida + Vale Cultura.

 


 

Administrador de redeAdministrador de rede, atribuições ao cargo

 

É o profissional responsável pela administração da infra-estrutura de rede de uma corporação, capaz de gerenciar os ativos de rede, monitorar, prever incidentes, tomando ações de maneira que a comunicação fim a fim seja sempre possível.

O Perfil deste profissional deve possuir curso técnico ou superior em Redes de Computadores, Ciência da Computação ou equivalente, e/ou ser uma pessoa com grande experiência na área de informática.

O Administrador de Rede tem como atribuição principal o gerenciamento da rede local, bem como dos recursos computacionais relacionados direta ou indiretamente. Instalação, configuração e manutenção dos sistemas operacionais e de serviços de infra-estrutura de TI.

No aspecto pessoal, o profissional deve ser dinâmico e ter interesse em buscar alternativas técnicas e gerenciais através da dedicação. Deve ser confiável, prestativo e possuir facilidade de comunicação com seus usuários, além de funcionar como mediador com o Departamento de Informática(DIN) nas questões técnicas e administrativas da rede local.É quase obrigatório também, devido as mudanças e os avanços que a tecnologia sofre em curto espaço de tempo, que o profissional da área de informática, se mantenha sempre atualizado, seja por meio do uso de novas tecnologias e, ou, freqüentando salas de cursos e treinamentos, e até mesmo cursando uma Pós-Graduação, que por sinal, é muito bem vista nessa área.

Pesquisa das soluções de tecnologia existentes no mercado;

Suporte à área de desenvolvimento de aplicações;

Suporte de último nível para as equipes de apoio aos usuários;

Configuração e manutenção da segurança de rede.

Instalação e ampliação da rede local;

Acompanhar o processo de compra do material necessário para manutenção da rede local junto com o SAT (Setor de Assistência Técnica), orientando o processo de compra e mantendo contato com os fornecedores de equipamentos e materiais de informática;

Instalar e configurar a máquina gateway da rede local seguindo as orientações “Normas de Utilização do DIN”;

Orientar e/ou auxiliar os administradores das sub-redes na instalação/ampliação da sub-rede; manter em funcionamento a rede local do DIN, disponibilizando e otimizando os recursos computacionais disponíveis;

Executar serviços nas máquinas principais da rede local, tais como: gerenciamento de discos, fitas e backup’s, parametrização dos sistemas, atualização de versões dos sistemas operacionais e aplicativos, aplicação de correções e patches ;

Realizar abertura, controle e fechamento de contas nas máquinas principais do domínio local, conforme normas estabelecidas pelo DIN;

Controlar e acompanhar a performance da rede local e sub-redes bem como dos equipamentos e sistemas operacionais instalados;

Propor a atualização dos recursos de software e hardware aos seus superiores;

Manter atualizado os dados relativos ao DNS das máquinas da rede local;

Divulgar informações de forma simples e clara sobre assuntos que afetem os usuários locais, tais como mudança de serviços da rede, novas versões de software, etc.;

Manter-se atualizado tecnicamente através de estudos, participação em cursos e treinamentos, listas de discussão, etc.;

Garantir a integridade e confidenciabilidade das informações sob seu gerenciamento e verificar ocorrências de infrações e/ou segurança;

Comunicar ao DIN qualquer ocorrência de segurança na rede local que possa afetar a rede local e/ou Internet;

Promover a utilização de conexão segura entre os usuários do seu domínio.

Tendo como foco principal os serviços de Rede e equipamentos a qual a ele compete.

Colocar em pratica a política de segurança de redes, além de desenvolvê-la.

É o profissional responsável pela administração da infra-estrutura de rede de uma corporação, capaz de gerenciar os ativos de rede, monitorar, prever incidentes, tomando ações de maneira que a comunicação fim a fim seja sempre possível.

2 – Qual a interação de um Administrador de Redes e Analista de Segurança? Ou é a mesma coisa?

Dependendo da corporação, o Administrador ou Analista de Redes desempenha a função de Analista de Segurança da Informação, mas nem sempre são a mesma pessoa. Quando na empresa há um Adm. de Redes e um Analista de Segurança, a iteração entre eles é constante, visto que há falhas de de segurança em todos os segmentos, seja em Redes ou Sistemas.

3 – Quais as principais atividades?

Como já mencionado anteriormente, as principais atividades são o gerenciamento e monitoramento da infra-estrutura de redes de uma empresa.

4 – Quais as certificações necessárias?

Hoje, há várias certificações na área de redes. As principais exigidas pelo mercado são as certificações Cisco(CCNA, CCDA, CCNP, CCDP e CCIE) para quem vai atuar na área de infra-estrutura de redes a nível de roteadores e switches. Para quem vai atuar na área de projetos e implantação de cabeamentos estruturado temos as certificações da Furukawa(FCP Fundamental e FCP Master).

Há casos onde se confundem o Administrador de Redes com Administrador de Sistemas, que é o profissional responsável pela administração de servidores de uma empresa. Este, deve ter as certificações a nível de sistema operacionais(LPIC-1, LPIC-2, UCP, MCP, MCSA, MCSE).

5 – Como está o mercado de trabalho atualmente?

O mercado de trabalho está escasso de profissionais qualificados, hoje para achar um profissional com as qualificações necessárias para uma determinada função está muito difícil. Há muitas vagas e poucos profissionais qualificados. Esses períodos podem ser encurtados com as certificações necessárias para a área de atuação.

6 – Qual a faixa salarial?

Administrador de Rede Junior(Até 4 anos de experiência): R$2.000 a R$3.000

Administrador de Rede Pleno(4 a 8 anos de experiência): R$3.000 a R$4.000

Administrador de Rede Sênior(mais de 8 anos de experiência): Acima de R$4.000,00.

 


 

Orgão de apoio ao trabalhador

Ministério do Trabalho e Emprego –

MTE – Serviços e informações do Ministério do Trabalho ao publico.

Secretaria do Trabalho e do

Empreendedorismo

CAT SP – Centro de Apoio ao trabalhador – O CAT é uma rede de unidades direcionada ao

atendimento dos cidadãos que buscam inserção no mercado de trabalho

Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) – É uma rede de atendimento do Governo de São Paulo,

coordenada pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), que concentra serviços gratuitos à população em

todas as regiões do Estado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *