Connect with us

Ideias de negócios

Como montar uma Assistência Técnica em Informática

Published

on

Saiba como  montar uma Assistência Técnica em Informática gastando pouco e sem cometer erros, ganhe muito dinheiro com manutenção de computadores e periféricos. Aprenda tudo: investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Assistência técnica em informática

FICHA TÉCNICA
Setor da Economia: Serviço
Ramo de Atividade: Terciário
Tipo de Negócio: Manutenção de computadores e periféricos

Apresentação

A quebra de equipamentos ou pane do sistema causa incalculáveis problemas e prejuízos para quem quer que use o serviço, sendo então indispensável que o setor conte com assistência eficiente, que atenda em tempo hábil os seus reclamos, neste caso as empresas de assistência técnica.

Mercado

O aumento da utilizações da informática em todos os ramos de atividade possibilitou o crescimento deste mercado, por outro, vem possibilitando a entrada de grandes empresas, como Compaq, IBM e Microsoft, que já oferecem este tipo de serviços a preços acessíveis, aumentando desta forma a concorrência.

Com o avanço tecnológico, os equipamentos apresentam um número cada vez menor de avarias. Além disso, a alta tecnologia empregada inviabiliza o conserto de certos componentes, em virtude de os preços estarem mais baixos.

Por outro lado, esta havendo uma maior aproximação para a prestação de serviços, voltados para as pequenas empresas, oferecendo equipamentos, programas e serviços com preços e capacidades adequadas aos negócios de menor porte.

Estrutura

A estrutura básica deve contar com uma oficina completa, exige-se, ainda, um ponto comercial com área mínima de 150m2.

Equipamentos básicos

  • Computadores reservas;
  • Ferramentas de reparos (multímetro (aparelho que mede a tensão da corrente elétrica), osciloscópio (mede as formas das ondas elétricas), etc;
  • Móveis e material de escritório;
  • Veículo utilitário, etc.

Investimentos

Irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, porém, o empreendedor deverá contar com uma verba para a compra de equipamentos de reserva (para ceder aos clientes durante o conserto) e manter um estoque de peças primordiais (como disco rígido e placas, por exemplo). O investimento gira em torno de R$ 50 Mil.

Pessoal

O número de funcionários irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, porém, deve-se contar com pelo menos dois técnicos para atendimento externo e um outro no laboratório, além é claro do empreendedor.

Faturamento

Para garantir o faturamento, é necessário que o empresário consiga alguns contratos fixos de manutenção, revenda de componentes ou até mesmo montagem de microcomputadores.

Motivação

A motivação para montar uma pequena firma neste segmento, decorre, normalmente, da capacitação técnica de seu proprietário, adquirida através de cursos regulares ou da experiência profissional, como também, a abertura da economia nacional, ocorrida nos últimos anos, tem provocado um constante incremento da informática nas relações empresariais e mesmo nos consumidores constituídos por pessoas físicas.

Lembretes importantes

  • O empreendedor deverá conhecer o funcionamento dos componentes ou ser um técnico em eletrônica;
  • Apresentar boa imagem em termos de confiabilidade nos serviços executados, presteza em atender bem o cliente, pontualidade de atendimento, política de preços justos e competitivos, agressiva política de divulgação dos seus serviços, até atingir capacidade plena de atendimento, e claro um bom atendimento domiciliar.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

O futuro empreendedor deve ter conhecimento de algumas leis que regem este setor, tais como:
– Lei de Programa de computador nº 9.609/98. Promulgada em 19/02/98, substitui a Lei 7646/87, entrou em vigor na data de sua publicação,dando liberdade de produção e comercialização de softwares de fabricação nacional ou estrangeira.
Também comete crime o comerciante que importar, expor ou manter em estoque programas estrangeiros que não tenham sido registrados na SEPIN – Secretaria de Política de Informática e Automação, órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Para eles, a lei prevê pena de detenção de até quatro anos, além de multa.

– Lei de direitos autorais nº 9.610/98. Substitui a Lei 5988/73, entra em vigor 120 dias após sua publicação; foi promulgada em 19 de fevereiro de 1998. , assegurou a integral proteção dos direitos dos seus autores e estabeleceu penas rigorosas a quem viole esses direitos. Assim, piratear programas de computador se tornou crime, passível de pena de seis meses a dois anos de prisão.
– Lei de informática nº 10.176/2001. Dispões sobre a capacitação e competitividade do setor de tecnologia da informação.

Entidades

ASSESPRO – Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia de Informação: http://www.assespro.org.br

SEPIN – Secretaria de Política de Informática e Automação (Mistério da Ciência e Tecnologia): http://www.mct.gov.br

ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software: http://www.abes.org.br

INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial: http://www.inpi.gov.br

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, MMA – Ministério do Meio Ambiente, MME – Ministério de Minas e Energia, MTE – Ministério do Trabalho e Emprego.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Portal de notícias sobre o Mercado de Trabalho. Equipe de profissionais e colaboradores atualizam o portal diariamente com notícias relevantes sobre emprego, renda, empreendedorismo e qualificação profissional.

Continue Reading
Advertisement
1 Comment

1 Comment

  1. Timoteo

    3 de dezembro de 2016 at 11:46 am

    Ótimo artigo, parabéns ao site.
    Mas… Na minha opinião, conserto de celulares, sem dúvida nenhuma, é o que realmente está valendo a pena hoje em dia. Celular é um bem necessário, todo mundo tem pelo menos 1 smarthphone e sempre ocorrem problemas, a demanda é muito grande.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Em Destaque

Copyright © Emprega Brasil. Todos os direitos reservados.