Connect with us

Ideias de negócios

Como montar uma fábrica de Pipoca de Microondas

Published

on

Ganhe muito dinheiro fabricando pipocas, saiba como montar uma fábrica de Pipoca de Microondas com pouco dinheiro e sem erros, produção caseira ou industrial, aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Ficha Técnica
Setor da Economia: Secundário
Ramo de Atividade: Alimentícia
Tipo de Negócio: Beneficiamento e Empacotamento
Produto: Pipoca para microondas

Pipoca para Microondas

Popularidade

Não se sabe ao certo onde surgiu a pipoca, mas há indícios de que no Antigo Egito, na Antiga China e na Civilização Inca já se comia pipoca. Dentro de cada grão de pipoca existe uma pequena quantidade de água, cercada por uma pequena camada macia. Quando você aquece o grão de pipoca, essa água começa a se expandir tornando a pressão tão intensa que o grão explode e a camada macia, que é a parte branca da pipoca, aparece. A pipoca tornou-se popular durante os anos 50 com o surgimento da televisão, pois pela primeira vez as pessoas compravam pipoca para comer em casa, coisa que só era feita nos parques de diversões e circos.

A idéia de usar microondas na cozinha, nasceu por acaso em 1946 nos Estados Unidos. Num forno convencional, os alimentos são aquecidos por etapas: a chama aquece as paredes e as grades do forno, que por sua vez transmitem o calor à assadeira; esta então aquece o alimento; o ar quente ajuda a dar o dourado característico dos assados.

No forno de microondas, o aquecimento é direto. O principal alvo das microondas é a água dos alimentos. Elas atravessam vidro, cerâmica, porcelana, plástico, papel, madeira, etc., como se fossem transparentes. O mesmo acontece com o ar no interior do forno, que não se aquece. As moléculas de água, entretanto, absorvem as microondas. As microondas penetram somente de 2 a 5 centímetros na superfície dos alimentos. Daí em diante, o calor é transmitido por condução, como nos fornos convencionais, ou seja, uma camada mais quente aquece outra mais fria e assim sucessivamente.

Mercado da pipoca de microondas

A venda de pipocas para microondas ultrapassa 290 milhões de dólares por ano. A grande dificuldade na produção está na embalagem. A embalagem de papel para microonda, em especial para pipocas, é constituída de dois papéis, um externo e outro interno, com uma folha menor na parte central, que é um filme reflexivo de microonda, utilizado para as reflexões das ondas, fazendo com que as pipocas estourem. O papel externo possui uma gramatura diferenciada do papel interno. O papel externo deve ser resistente o suficiente para que o saco não arrebente e nem rasgue. O papel interno tem uma função especial de absorver a gordura excedente proveniente do estouro da pipoca. O papel utilizado nas embalagens de pipoca para microonda no Brasil são importadas dos Estados Unidos, sendo a Yoki Alimentos S.A. seu maior importador e detentora do mercado. No forno de microondas a pipoca leva 3 minutos para estourar totalmente. A pipoca queimada no microondas tem mais odor do que a queimada no fogão.

Produção da pipoca de microondas

Deve-se ter cuidados especiais na escolha do milho a ser embalado. Os melhores grãos são os de tamanho uniforme, procedência fiscalizada e conhecida no mercado. Antes do tratamento que antecede o embalamento, verificar se estão isentos de impurezas, pois os grãos serão envolvidos por gordura vegetal hidrogenada, sal, aroma e corante artificiais.

Sites afins

Fabrica de Pipocas‎: www.zapmeta.com.br/Fabrica+De+Pipocas‎
Fabrica de Pipocas‎: www.wow.com/Fabrica+De+Pipocas‎
Fabrica de  Pipocas: www.osprecos.com.br/Fabrica+de+pipoca
Ms. Pop‎: www.mspop.com.br
Pipocaria Gourmet: www.maqglobal.com.br

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, MMA – Ministério do Meio Ambiente, MME – Ministério de Minas e Energia, MTE – Ministério do Trabalho e Emprego.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Portal de notícias sobre o Mercado de Trabalho. Equipe de profissionais e colaboradores atualizam o portal diariamente com notícias relevantes sobre emprego, renda, empreendedorismo e qualificação profissional.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Em Destaque

Copyright © Emprega Brasil. Todos os direitos reservados.