Ideias de Negócios

Como montar uma funerária. Passo a passo

 

 

 

By  | 10/12/2017

Como abrir ou montar uma funerária de sucesso, sem cometer erros. Aprenda tudo: investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Funerária

A funerária fica aberta durante o horário comercial, mas o empresário e seus empregados têm que ficar à disposição durante 24 horas por dia. Discrição, respeito e sensibilidade são qualidades que devem ser ressaltadas nas pessoas que trabalham na empresa.

O serviço

O serviço funerário compreende o fornecimento de urnas ou caixões mortuários, a remoção dos mortos, a ornamentação das câmaras mortuárias, o transporte de coroas em cortejos fúnebres, a instalação e manutenção dos velórios públicos, a autorização e fiscalização daqueles pertencentes a particulares, e o transporte dos mortos por estrada de rodagem para outros municípios.

Os serviços funerários compreendem, também, serviços auxiliares como o fornecimento de aparelhos de ozona, o fornecimento de urnas e providências administrativas junto aos Cartórios de Registro Civil e Cemitérios.

A prestação de serviços funerários à população, a administração dos cemitérios públicos, a fiscalização dos cemitérios pertencentes a entidades particulares, são competências da autarquia Serviço Funerário do Município.

A abertura de uma funerária em uma cidade depende de um alvará expedido pela prefeitura. O empresário deverá solicitá-lo para poder legalizar o funcionamento e trabalhar com tranquilidade, muito requerida nesse tipo de empresa.

Uma funerária necessita de um bom preparador de cadáveres que conheça técnicas de maquiagem, que saiba decorar uma urna funerária e que consiga prever o tempo máximo de exposição do corpo.

Instalações

São necessárias para um bom funcionamento da empresa, uma sala de preparação de cadáveres, um recinto para exposição de urnas e um escritório. A decoração do espaço utilizado para atender o consumidor deverá ser simples e fazer com que ele não se sinta mais constrangido pelo acontecimento.

Transporte

O transporte dos cadáveres deverá ser feito em automóveis de grande porte, adaptados para esse fim. Esse carro funerário deve conter uma sirene em seu teto, que é acionada durante o translado do cadáver.

Urna funerária e afins

A urna funerária é comprada diretamente de empresas que as fabricam. Outros produtos também são indispensáveis numa funerária, tais como candelabros, suporte para coroas e carrinhos de transporte para o deslocamento e apoio das urnas.

Planos funerários

Um sistema que está sendo muito utilizado pelas funerárias é o Fundo Mútuo. Esse processo é quase como um consórcio, onde as pessoas pagam uma taxa bimestral ou trimestral durante algum tempo, e se por um acaso necessitarem dos serviços funerários, já estarão com quase todas as despesas pagas. O Fundo Mútuo é administrado e implantado por empresas especializadas. O solicitante poderá realizar um convênio com os cemitérios para melhorar o trabalho com os clientes.

VOCÊ VIU?  Como montar uma fábrica de canudos de plástico

Dicas e procedimentos

Atestado de óbito

Como fazer para obter um Atestado de Óbito

Atestado de Óbito é o documento expedido pelo médico, atestando a causa da morte.

Se o falecimento ocorrer em hospital e se houver médicos acompanhando o caso, o óbito será fornecido pelo próprio médico atendente.

Se a morte for repentina ou se ocorrer em casa sem assistência médica, a família deverá procurar o Distrito Policial mais próximo e solicitar a remoção do corpo para o serviço de verificação de óbitos, a quem caberá emitir a Declaração de Óbito.

Se a morte for violenta, a família deverá solicitar junto ao Distrito Policial a remoção do corpo para o Instituto Médico Legal (IML), que emitirá a Declaração de Óbito, após a autópsia do corpo.

Certidão de óbito

Como obter a Certidão de Óbito

Para a obtenção da Certidão de Óbito, o funcionário da agência de contratação de funerais colherá os dados sobre o falecido, junto à pessoa contratante do funeral e encaminhará esses dados ao Cartório de Registro Civil do distrito onde ocorreu a morte.

Cinco dias úteis após esta providência, a Certidão de Óbito poderá ser retirada no cartório indicado, pelo familiar portador do canhoto da declaração de óbito.

Declaração de óbito

Como obter a Declaração de Óbito

Documento necessário para o sepultamento, expedido pelas agências funerárias, deve ser solicitado pelo familiar com os seguintes documentos do falecido: atestado de óbito, certidão de nascimento ou de casamento, carteira de trabalho ou carnê do INSS, cédula de identidade (RG).

É conveniente que o familiar leve documentação sobre o túmulo da família (se for o caso) e/ou documentação relativa a convênio funeral, se houver.

Cremação

Procedimentos para Cremação

A cremação poderá ocorrer quando:

– em vida, o falecido houver manifestado este desejo a seus familiares mais próximos e, neste caso, o atestado de óbito deve ser firmado por dois médicos;

– ocorrer morte natural e o falecido não houver manifestado, em vida, discordância quanto à cremação.

VOCÊ VIU?  Como montar uma loja de informática e montagem de computadores

A autorização para a cremação é concedida pelo parente mais próximo, atuando sempre um na ausência do outro e na ordem sucessória (cônjuge, descendentes e ascendentes ou irmãos maiores de idade), testemunhada por duas pessoas.

No caso de morte violenta, a cremação deverá ser autorizada pelo Juiz Corregedor da Polícia Judiciária.

A cremação também poderá ocorrer após exumação, se houver interesse por parte dos familiares.

Exumação

Quando pode ser feito uma exumação

Após três anos de sepultamento, o parente mais próximo do falecido poderá requerer a exumação.

Se for em túmulo de concessão do próprio requerente, levar os seguintes documentos: certidão de óbito (cópia autenticada) do requerente e documentos que comprovem o grau de parentesco com o falecido. Neste caso, o requerente assina pela concessão e pela exumação.

Se for em túmulo de concessão de terceiros, o requerente deverá trazer, além dos documentos acima citados, o documento do terreno (no caso de cemitério particular) e RG (cópia autenticada) do concessionário. Neste caso, o requerente deverá assinar pela exumação e o concessionário pela concessão, no mesmo requerimento.

Caso a capacidade do túmulo esteja completa e haja necessidade de mais um sepultamento, o concessionário poderá solicitar exumação, desde que o corpo a ser exumado tenha mais de três anos de sepultamento.

Cursos sugeridos

  • Treinamento em Vendas de Planos Funerário;
  • Estratégia para conquistar e manter clientes;
  • Tanatopraxia;
  • Necro-Maquiagem;
  • Comunicação verbal;
  • Contabilidade para o setor funerário

Legislação Específica

CONSULTA PÚBLICA Nº 1, DE 29 DE SETEMBRO DE 1999
O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DA SECRETARIA DE DIREITO ECONOMICO DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais, submeteu à Consulta Pública, até às 18h do dia 29 outubro de 1999, proposta de Captação de Poupança Popular aos Planos Funerários, de interesse da ABREDIF Associação Brasileira de Empresas e Diretores Funerários e do SEFESP Sindicato das Empresas Funerárias do Estado de São Paulo.
Visava o presente ato assegurar a toda a coletividade conhecer da proposta que se apreciava e, principalmente, coligir elementos que podiam subsidiar o entendimento conclusivo deste Departamento, para autorizá-la, ou não.
O texto desta proposta de Captação de Poupança Popular aos Planos Funerários, esteve disponível na página do MINISTÉRIO DA JUSTIÇA na Internet, endereço , no site do DPDC, desde a data de publicação desta Consulta Pública no Diário Oficial da União.

VOCÊ VIU?  Como montar fábrica de embalagens de alumínio para alimentos

Sites afins

Funerária Santa Casa RJ: http://www.santacasariodejaneiro.org
Assistência Funeral Rio Pax: http://www.riopax.com.br
Funerária Botafogo: http://www.funerariabotafogo.com.br
Vida Nova Serviços Funerários:
Funerária São Lázaro: http://www.lazaro.com.br

 

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Artigos relacionados: funerária santa casa, funerária sp, funerária ramires, funerária pânico, funerária alvorada, funerária cobrinha, funerária camargo, funerária requiem.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Receba vagas e artigos no email. É grátis!

Emprega Brasil

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

1 Comment

  1. Marcelle Martins

    Abril 1, 2015 at 12:52 am

    Tenho 16 anos e estou cursando o último ano do ensino médio e a minha meta é abrir uma funerária, um sonho desde pequena, o texto me ajudou bastante, agora só estudar bastante e esperar um pouquinho e poderei realizar meu sonho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *