Ideias de Negócios

Loja virtual, saiba como montar

By  | 26/03/2017

Está precisando de dinheiro? Conheça a empresa Americana que paga entre U$ 2 a 15 mil dólares por trabalho realizado no Brasil. Faça o cadastro e receba informações!

Como abrir ou montar uma loja virtual na internet de sucesso, sem cometer erros. Aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

FICHA TÉCNICA
Setor da Economia: Terciário
Ramo de Atividade: Comércio
Tipo de Negócio: Loja Virtual

Cenário

Com a abertura e a expansão comercial, acelerou o uso da tecnologia da informação, estimulando o comércio eletrônico e, como conseqüência, o surgimento de várias empresas e diferentes opções para abertura de suas lojas virtuais. Diversos setores da nossa economia viram-se expostos à necessidade crucial de promover atualizações tecnológicas, em nome da busca da competitividade perdida, aliada à necessidade de fortalecimento dos controles gerenciais.

Ter uma loja que nunca fecha, não precisa de balconista nem de estoque, é segura, exige baixo investimento e funciona com custos fixos próximos de zero. Esse sonho de todo comerciante já pode ser concretizado pelos caminhos da rede mundial de computadores, a Internet.

Além dos atrativos operacionais, a loja virtual tem a vantagem de expor os produtos ou serviços a uma seleta população, cujo consumo por intermédio da rede cresce vertiginosamente.

Mercado

Diante dessa evolução espantosa, criam-se também excelentes perspectivas de negócios, obrigando todo varejista a considerar a possibilidade de ingressar no universo comercial dos bits.

Equipamentos básicos

  • Linhas telefônicas;
  • Modems;
  • Software’s;
  • Computadores p/ monitoramentos, etc

Criar o comércio eletrônico

Abrir um comércio eletrônico não é tarefa inacessível para pequenos empreendedores, atestam os empresários do ramo. A rigor, basta elaborar um site (espaço eletrônico no qual estão as páginas com informações e imagens do negócio), escolher um provedor para hospedar a loja virtual e formatar a rotina interna para o recebimento dos pedidos e a expedição das mercadorias / serviços.

Para criar um site, o empreendedor pode contratar uma empresa especializada ou aventurar-se sozinho.

Hoje, a tarefa de quem pretende ser auto-suficiente nesse ramo foi facilitada pela existência de diversos programas, que detalham todos os passos para o desenvolvimento de uma home page.

Tipos de lojas virtuais

  • Tipo Convencional: os produtos são colocados dentro de um carrinho, e no fim realiza-se a compra fazendo o pagamento;
  • Tipo Catálogo online: a transação de venda não é efetuada com o correspondente recebimento do valor vendido. A Loja está como um catálogo (cada produto com a sua descrição, preço, código do produto, foto se desejado, etc), que depois de escolhido(s) o(s) produto(s), de dentro da própria Loja o cliente envia um e-mail com o seu pedido, para o processamento.

Como pode funcionar a sua loja

  • Terceirização: a  loja pode ser terceirizada, isso não significa a operação da Loja, mas sim o aluguel e a manutenção mensal. A operação de venda é direta com a empresa;
  • Sociedade: outra assumi os investimentos necessários para fazer uma Loja exclusiva para os seus produtos. Neste caso, vai depender das condições de comercialização, lucratividade, potencialidade do negocio, etc.
  • Licenciamento dos Programas das Lojas mais a Consultoria: neste caso instala-se um server especial na empresa, conectado diretamente com a Internet, com toda a estrutura necessária e com esses softwares específicos. Essa é uma solução que envolve um maior investimento, compatível com as necessidades das empresas medias e grandes.

Etapas de desenvolvimento

  • 1º Passo. Dotar a página com mecanismos que garantam a total segurança na transação de dados e informações entre a loja virtual e os seus clientes. Uma das melhores tecnologias para se criptografar dados é a Secure Socket Layer, da empresa americana Versing, asseguram os empresários já instalados;
  • 2º Passo. Antes de a home page (página eletrônica) ir para o ar, requerer o registro de domínio (é o seu endereço na Internet), junto à entidade competente. No Brasil, a Fapesp – Fundação de Amparo à pesquisa do Estado de São Paulo, é o único órgão credenciado para fazer o cadastro de sites. Paga-se uma taxa de inscrição e a expedição do registro é desburocratizada, podendo ser solicitada pela Internet. Registrar a home page na Fapesp equivale ao cadastro da empresa na Junta Comercial;
  • 3º Passo. Para o principiante na área é aconselhável, enquanto se desenrolam as etapas descritas acima, que ele se tome a providência de se inscrever-se nas administradoras de cartões de crédito, o que, segundo a maioria dos empreendedores, é tarefa burocrática e demorada. Só que uma loja virtual, apesar de poder adotar como forma de pagamento cobrança bancária ou cheque, não funciona bem sem a aceitação de cartões. Quem já trabalha com eles enfrenta uma burocracia menor. Necessita apenas acertar uma sistemática, denominada “assinatura em arquivo”, que permite realizar transações digitais.

Custo

O custo de desenvolvimento do site dependerá do número de páginas e do produto vendido. Uma loja de artigos para informática, por exemplo, necessitará de mais espaço que uma floricultura, pois terá de expor preços, especificações dos produtos fotos de milhares de itens ofertados. Tanto no caso de o próprio empresário desenhar sua página, quanto na hipótese de contratação de terceiros, é fundamental seguir algumas etapas.

Despesas

O dia-a-dia desse ramo não envolve grandes despesas. Numa empresa que atue exclusivamente de forma virtual os gastos são mais elevados, pois demandam a montagem de um escritório só para atender ao negócio. Já para um empreendedor que mantenha o comércio na Internet apenas como mais um canal de vendas, os custos acabam sendo diluídos nas despesas da própria loja física. A administração de ambos os casos pode ser feita facilmente pelo dono e um ajudante, que ficará responsável pela verificação dos pedidos e despacho das mercadorias, enquanto que as entregas, normalmente, podem ser confiadas a terceiros.

Lembretes importantes

  1.  Para a divulgação da home page, o empreendedor deve utilizar, além da mídia tradicional, a própria Internet, sendo isso uma ação indispensável para alavancar vendas nesse meio, colocando banners (pequenos anúncios) em home pages que tiverem sinergia com sua atividade, fazendo contratos com os proprietários dessas páginas;
  2. A empresa que utiliza a Internet corretamente, melhora a eficiência no atendimento ao cliente e permite realizar um serviço personalizado e ágil de acordo com o perfil do consumidor. Por outro lado, para que se possa desenvolver e orientar um comércio virtual, é preciso, antes de tudo, conhecer o perfil do mercado e entender a linguagem usada no mundo desses negócios.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

Torna-se necessário o conhecimento por parte do empreendedor de algumas legislações que regem atividades ligadas a informática, tais como:
– Lei de Programa de computador nº 9.609/98. Promulgada em 19/02/98, substitui a Lei 7646/87, entrou em vigor na data de sua publicação,dando liberdade de produção e comercialização de softwares de fabricação nacional ou estrangeira.
– Lei de direitos autorais nº 9.610/98. Substitui a Lei 5988/73, entra em vigor 120 dias após sua publicação; foi promulgada em 19 de fevereiro de 1998. , assegurou a integral proteção dos direitos dos seus autores e estabeleceu penas rigorosas a quem viole esses direitos. Assim, piratear programas de computador se tornou crime, passível de pena de seis meses a dois anos de prisão.
– Lei de informática nº 10.176/2001. Altera a Lei nº 8.248, de 23 de outubro de 1991, a Lei nº 8.387, de 30 de dezembro de 1991, e o Decreto-Lei nº 288, de 28 de fevereiro de 1967, dispondo sobre a capacitação e competitividade do setor de tecnologia da informação.
– Desde o dia 04 de abril de 2002, não existe mais o limite máximo de 10 domínios por CNPJ/CPF, agora uma entidade poderá registrar, sob um DPN, quantos domínios quiser.

Entidades e sites afins

Comitê Gestor da Internet no Brasil: http://www.cg.org.br

Associação Brasileira das Empresas de Software: http://www.abes.org.br

Nova Loja Virtual UOLHOST: http://www.uolhost.com.br/loja-virtual

Criação de Lojas Virtuais: http://www.cicloagenciadigital.com.br

Loja Virtual + PagSeguro: http://www.pagseguro.uol.com.br

 

Referências:
SebraeIBGEDIEESEIPTInstituto DatafolhaInstituto IBOPEWikipédia, Jornal EstadãoJornal Folha de S.PauloJornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA, MCTI, MDA, MDIC, MMA, MME, MTE.

Artigos relacionados:Criar loja virtual, Abrir loja virtual, Como abrir uma loja virtual, Como abrir uma loja virtual de sucesso, Como montar loja virtual no facebook, Como montar loja virtual sebrae, Como montar loja virtual uol, Como montar uma empresa virtual, Como montar uma loja de roupas, Como montar uma loja na internet, Como montar uma loja virtual de roupas, Como montar uma loja virtual gratuita, Como montar uma loja virtual no facebook, Como montar uma loja virtual passo a passo, Como montar uma loja virtual sebrae, Criar loja online barata, Criar loja online de graça, Criar loja online gratis, Criar loja online gratis com pagseguro, Criar loja online gratuitamente, Criar loja online no wordpress, Criar loja online wix, Loja na internet gratis, Loja virtual, Loja virtual grátis, Loja virtual jequití, Loja virtual melissa, Loja virtual roupas femininas, Loja virtual vivo, Lojas internet confiaveis, Melhor loja virtual, Montando sua primeira loja virtual, Montar e comerce, Montar e commerce gratis, Montar e shop, Montar ecomerce, Montar ecommerce, Montar loja virtual, Montar loja virtual barata, Montar loja virtual com wordpress, Montar loja virtual gratis, Montar loja virtual gratis pagseguro, Montar loja virtual gratuita, Montar uma loja virtual da dinheiro, Montar uma loja virtual gratis, Pagseguro, Quanto custa montar um negócio na internet, Quanto custa montar uma loja virtual, Sebrae lança plataforma grátis para criar loja online, Veja o passo a passo para abrir uma empresa na internet.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Emprega Brasil, site de empregos, trabalho e renda.

1 Comment

  1. laura maria alam machado

    dezembro 2, 2015 at 1:33 am

    COMO REVENDER PRODUTOS P INTERT

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *